<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=81693&amp;fmt=gif">

O que é SEO e 15 estratégias para sua campanha de marketing

cta-horizontal-caso-sucesso-affy

Dizem que as coisas boas da vida levam tempo, e é assim em SEO (Search Engine Optimization), um processo de trabalho rigoroso que é sinônimo de paciência, disciplina e persistência.

As estratégias SEO são um dos pilares básicos em qualquer estratégia de inbound marketing, já que são essenciais para que seu site fique mais visível e tenha maior autoridade nos buscadores.

Realizar uma estratégia SEO ajuda mais pessoas a encontrar o site da sua empresa, atraindo visitantes de qualidade que são futuros clientes em potencial.

O objetivo do SEO é que o seu site apareça no topo da primeira página dos motores de busca, pois você sabe que estes são os que têm maior probabilidade de serem consultados.

Neste artigo apresento os passos necessários para você compreender o que é SEO e tenha sucesso na estratégia de marketing do seu site ou blog.

O que é SEO?

Primeiramente, vamos entender o que é SEO. A sigla SEO vem do termo em inglês 'Search Engine Optimization' e representa todas as ações que permitem um melhor posicionamento orgânico do seu site ou blog nos resultados de busca. Ou seja, é uma melhora na visibilidade nos buscadores, possibilitando um posicionamento nas primeiras posições do termo pesquisado.

Ele é dividido em duas partes fundamentais e igualmente importantes:

  1. SEO on page (na página). Compreender o que é SEO on page é fundamental para iniciar sua estratégia. SEO on page refere-se a otimização do próprio site, sendo importante que o site esteja adequado ao que os usuários e os mecanismos de pesquisa exigem para poder subir posições. Para trabalhar corretamente com o SEO on page, é necessário levar em consideração certas variáveis ​​que influenciam a otimização correta do seu site. Assim, você deve realizar uma análise prévia das palavras-chave para saber quais utilizar nos títulos, subtítulos, no conteúdo e nas URLs. Além disso, o tempo de carregamento da página também precisa ser adequado, assim como trabalhar para melhorar a experiência do usuário no seu site. E, finalmente, não esqueça da otimização do código.
  2. SEO off page (fora da página). Agora vamos entender o que é SEO off page. Essa parte do posicionamento SEO é responsável por trabalhar além do seu próprio site. Como? Primeiro, você deve obter links que apontem para o seu site, onde a qualidade é preferível à quantidade. Além disso, você deve trabalhar a autoridade nas redes sociais, gerenciar as menções na mídia local e se esforçar para conseguir uma boa taxa de cliques (CTR) nos resultados dos buscadores.

15 estratégias SEO para você ser o primeiro no Google

Agora que você já entende o que é SEO, precisa saber como implementar a estratégia. Abaixo, descrevo os 15 principais passos que ajudam a melhorar o posicionamento do seu site para aparecer nos primeiros resultados de pesquisa.

1. Estabelecer metas realistas

Para que uma estratégia de marketing SEO seja eficaz, a primeira coisa a fazer é definir metas realistas, que permitem acompanhar as ações realizadas e, se necessário, introduzir alterações relevantes. As características que as metas devem atender são resumidas com as letras da palavra inglesa SMART, que em português são traduzidas como objetivos específicos, mensuráveis, acessíveis, relevantes e com prazos definidos.

2. Criar uma buyer persona

Uma vez estabelecidos esses objetivos, é importante determinar para quem se destina a campanha de SEO. Para ter um entendimento claro de quem vai comprar seus produtos ou serviços, é fundamental criar a sua buyer persona, ou seja, a representação fictícia e generalizada do seu cliente ideal.

Por exemplo, você pode saber que a maioria de seus clientes são mulheres com perfil executivo, mas você sabe quais são suas necessidades e interesses específicos? Você sabe quais são seus desafios e objetivos, tanto pessoal quanto profissionalmente?

A partir disso, como você cria a buyer persona? Você pode fazer pesquisas e entrevistas com seu público-alvo. Eu recomendo que, no estágio inicial, você entreviste seus clientes atuais, pessoalmente ou por telefone, pois eles já compraram seus produtos ou serviços no passado e podem ser sua referência ideal.

CTA- post-vertical-Desktop-Tiny

Perguntas que você pode fazer:

  • Dados demográficos (nome, idade, sexo, escolaridade, profissão, estado civil, etc.)
  • Quais são seus objetivos de curto, médio e longo prazo? (esfera pessoal e profissional)
  • Quais são seus desafios? (esfera pessoal e profissional)
  • Como é a sua rotina diária?
  • Quais mídias você costuma ler e quais redes sociais você usa?
  • Quais são suas qualidades e fraquezas?

Você pode se perguntar: "Mas o que isso tem a ver com uma estratégia de SEO?" O usuário é o centro de todas as ações de marketing e não pode ser diferente no caso do SEO. Saber quem é a sua buyer persona é uma informação importante e você deve ter isso em mente em todas as etapas de qualquer estratégia. É uma tarefa que poucos dão prioridade e, sem dúvida, pode determinar o sucesso da sua estratégia de posicionamento.

3. Identificar as palavras-chave que atendem ao objetivo do usuário

O próximo passo é analisar que tipo de busca sua buyer persona faz e quais são as melhores palavras-chave para posicionar seu site.

Ao pesquisar na internet, o usuário procura um conteúdo que dê uma resposta ou solução para seu problema, por isso é muito importante que seu post seja focado em sanar suas dúvidas. Você deve descobrir quais tópicos interessam à sua buyer persona e escrever com a finalidade de satisfazer o objetivo que seu usuário tem. De que maneira? Criando conteúdo interessante!

Mas antes de criar o artigo, o primeiro passo é descobrir quais palavras-chave usar para se posicionar. Você pode utilizar o Google Trends, que permite ver o que as pessoas estão pesquisando no Google e, se você tiver o Google Adwords, pode usar a ferramenta gratuita Planejador de Palavras-chave, que ajuda a encontrar as palavras certas ou frases que os usuários mais pesquisam de acordo com o idioma e o país.

Uma boa regra a seguir para agilizar seu trabalho é organizar as palavras-chave por categorias ou serviços e por ordem de importância.

o-que-e-seo_Marketing_de_Conteudo

Dica: use suas palavras-chave em textos, URLs, categorias, tags e em suas meta descrições (o texto que aparece abaixo do título ou link nos resultados da pesquisa).

Da mesma forma, inclua suas palavras-chave nos tópicos dos seus artigos, como no título, nos headings ou no texto (é importante não saturar ou parecer muito forçado). Outra técnica antiga, mas ainda em uso, é destacar palavras-chave usando negrito, itálico ou sublinhado.

4. Integrar o SEO no processo de compra

Para que a estratégia alcance sucesso, é necessário que você considere as quatro fases do processo de compra, resumidas na sigla AIDA (atenção, interesse, decisão e ação), e responda aos hábitos demonstrados pelo potencial cliente em cada um delas, que vão desde o momento em que um usuário busca soluções para um problema específico até a compra de um produto ou serviço.

5. Analisar sua concorrência

Após escolher as palavras-chave que você vai associar ao seu site, é importante observar quais empresas têm autoridade nas buscas onde você quer aparecer.

Uma boa ferramenta para usar é o Screaming Frog, que mostra quais palavras sua concorrência está usando e como o conteúdo está estruturado.

herramienta seo screaming frog

Além disso, você também pode usar MozBar, a ferramenta gratuita da Moz (empresa líder no setor de SEO), para analisar informações relevantes sobre sua concorrência. Essa ferramenta é uma barra que você instala em seu navegador e que fornece métricas instantâneas, como autoridade de página e domínio, enquanto você estiver em qualquer site.

E não esqueça da Semrush, esta ferramenta analisa o ranking de palavras-chave ou campanha SEO, as campanhas SEM (Search Engine Marketing) da sua concorrência, faz relatórios detalhados e realiza pesquisas e análises do potencial das suas palavras-chave.

6. Cuidar das imagens e da velocidade de carregamento do site

Todo site deve ser desenhado para SEO, incluindo as imagens. Ao dar nome às suas fotos, certifique-se de nomear o arquivo corretamente. Por exemplo: se a imagem for uma paisagem da Torre Eiffel, o nome do arquivo deve ser "torre-eiffel-paris.jpg". A ideia é que o Google saiba do que se trata a imagem, neste caso, a palavra-chave é Torre Eiffel, já que é o assunto principal da foto.

Outro fator é o tempo de carregamento. Quanto mais rápido o site, mais fácil é visitar e indexar a página. As imagens influenciam o tempo de carregamento de um site, especialmente quando uma imagem grande é carregada e exibida muito pequena. Por exemplo, uma imagem de 2.500 × 1.500 pixels que é exibida em tamanho de 250 × 150 pixels. Aqui o ideal é dimensionar a imagem para o tamanho que você deseja exibir.

O imediatismo na internet se tornou praticamente uma obrigação, por isso é preciso acompanhar de perto a velocidade do seu site.

As páginas que demoram a carregar têm uma taxa de abandono muito alta e, além disso, a satisfação do usuário diminui e é provável que ele não volte ao seu site.

Para que isso não aconteça, acesse a ferramenta Page Speed ​​e perceba quais problemas você tem que resolver para desfrutar de uma velocidade adequada aos padrões exigidos na Internet.

Dica: não esqueça de adicionar o texto alternativo de uma imagem (o texto descritivo) que aparece quando o cursor passa sobre ela. Essa frase permite que o usuário saiba do que se trata esse espaço vazio caso a imagem não apareça, e também faz com que o Google entenda a imagem e mostre ela nos resultados. Isso aumenta as chances da sua página ser encontrada nos mecanismos de pesquisa mais ativos. Certifique-se de que a frase seja curta, relevante e inclua a palavra-chave SEO da página.

cta-horizontal-caso-sucesso-affy

7. Detalhes fazem o Google se apaixonar

Compreender bem o que é SEO envolve entender que o sucesso da sua estratégia é o resultado de pequenos detalhes que, aos poucos, vão somando pontos com o Google. A verdade é que um site deve ter certas configurações específicas para realizar um posicionamento bem sucedido nos buscadores. Aqui estão alguns detalhes importantes:

  • Título: a primeira coisa que você deve fazer é criar títulos descritivos, únicos, úteis e curtos. É imprescindível descrever no título o que o usuário vai encontrar ao entrar no seu site, o que faz com que você seja preciso em relação ao conteúdo que oferece e, preferencialmente, não exceda 70 caracteres.

    É conveniente que o título seja único para cada página do seu site, pois assim você evita que seja genérico, relacionado a outras páginas ou que seja substituído por frases como "sem título" ou " Nova página ". Outra recomendação é incluir o nome do domínio, pois isso cria mais confiança para o leitor.
    • Por exemplo: “6 tendências de beleza que você vai querer seguir em 2023 | Razão social".
  • Meta descrição: este é o texto que aparece nos resultados da pesquisa (SERP). A meta descrição não afeta diretamente o SEO, mas é uma tag importante porque influencia o número de visitas que você recebe dos mecanismos de busca. Por isso, ao escrever a meta descrição das suas páginas, é muito importante trabalhar na palavra-chave principal e tentar incluir um call to action (“Conta aqui nos comentários”, “Teste grátis”, “Salve para ler depois”). Assim como no título, a meta descrição deve ser única para cada página e é apenas um resumo, portanto, não deve ultrapassar 155 caracteres.
    • Por exemplo: “Descubra as últimas tendências de beleza em "nome da empresa". Temos uma seleção de maquiagem, cuidados com a pele, acessórios e muito mais. Entre agora!"
  • URL: personalize seus links de acordo com o conteúdo de cada página do seu site e inclua suas palavras-chave. Os links também têm que informar os usuários e motores de busca do que se trata o seu site ou página em particular. Uma URL informativa permite que os usuários entendam o que vão encontrar antes de clicar nele. Ao criar sua URL, separe as palavras com hífens, evite torná-las longas e que não contenham números, símbolos ou parâmetros confusos.
    • Por exemplo: se uma página fala sobre produtos de cuidados com a pele, a URL deve ser algo como www.nomedaempresa.com/produtos-cuidar-da-pele
  • Data de publicação: precisa estar atualizada, o usuário não confia tanto em resultados que tem data de publicação antiga.
  • Crie seu favicon: o “ícone favorito”, também conhecido como 'favicon', é a pequena imagem que aparece na barra de endereços > favoritos (bookmarks) do seu navegador. Na maioria das vezes o logotipo da empresa é usado e tem um tamanho de 16 px por 16 px.

CTA- post-vertical-Desktop-Tiny

8. Corrigir links quebrados

Certamente já aconteceu de você visitar um site e acabar em uma página de erro 404. Esses links quebrados são irritantes e também prejudicam seus esforços de SEO. Por quê?

Quando os visitantes acessam links quebrados, eles não querem continuar navegando em outras páginas. Se os visitantes passam menos tempo em seu site, os mecanismos de pesquisa presumem que você não está fornecendo uma boa experiência ao usuário e baixam o posicionamento da sua página.

Portanto, é importante que você corrija esses links redirecionando-os, permanente ou ocasionalmente, para outras páginas que estejam ativas.

9. Usar links adequados

Quando você escrever conteúdo para seu site, especialmente quando for um blog, faça com que um tópico leve a outro para prolongar o tempo que seus leitores navegam em seu site. Como fazer isso? Use links internos, ou seja, os links que vão de uma página para outra do seu site.

Se você escrever um artigo sobre dicas de cuidados com a pele, tente vinculá-lo a outro artigo em seu blog (por exemplo: cuidados com a pele para todas as idades) dentro do mesmo texto. Você tem que ser inteligente na escrita e pensar em vincular os links de maneira coerente com o resto do artigo.

Por exemplo: “Sua rotina de beleza deve ser projetada para suas necessidades, por isso é importante que você adote os melhores cuidados com a pele de acordo com sua idade”. A frase que está em negrito é onde você adiciona o hiperlink que redireciona o leitor ao outro artigo do seu blog.

10. Incluir tópicos relacionados

Os mecanismos de pesquisa entendem cada vez mais o contexto das buscas dos usuários, portanto, ao escrever sobre um tópico específico, inclua no post palavras relacionadas ao tema principal ou palavra-chave. Se elas não forem incluídas, a chance do seu site estar no topo da classificação diminui.

Para isso recomendo o uso de tópicos relacionados para dar relevância ao conteúdo, sempre cuidando do contexto das palavras-chave para garantir que estejam relacionadas ao tema do blog.

11. Fortalecer seu conteúdo original

Escrever não é uma tarefa fácil, até os escritores profissionais sofrem de vez em quando com o bloqueio, uma condição em que é difícil produzir conteúdo novo e criativo. Ainda assim, o importante é entender que seu público vem em primeiro lugar. Não fique obcecado com a otimização baseada nos algoritmos do Google, pense primeiro na sua buyer persona e depois direcione os processos aos mecanismos de pesquisa. Lembre-se que o comprador é o centro das suas estratégias de SEO, caso contrário elas não fazem sentido.

Seu conteúdo deve ser útil, original e de qualidade. Antes de vender seu produto ou serviço, pense em como você pode ajudar seus potenciais clientes, depois escreva um artigo amigável, bem trabalhado, com exemplos e dicas e que seja 100% original.

A diferenciação no conteúdo é a chave para você distinguir-se do resto das páginas que aparecem ao digitar a mesma palavra-chave nos motores de busca. É preciso criar conteúdo único, que ninguém mais fale e que agregue valor.

O ideal é que tenha uma extensão longa (mais de 1.000 palavras), já que diversos estudos mostram que os artigos com mais palavras têm os melhores resultados em SEO.

contenido web

Além disso, verifique se o seu site possui um design responsivo, ou seja, que seu conteúdo se adapta a qualquer dispositivo tecnológico, seja um celular, tablet ou computador. Vale ressaltar que desde 2015 o Google penaliza qualquer site que não tenha esse tipo de design.

Cada vez mais pesquisas são realizadas por meio de celulares, portanto, o conteúdo deve estar 100% otimizado para ser visto corretamente em todos os tipos de dispositivos. É recomendado que os sites sejam feitos primeiro na versão mobile e, posteriormente, sejam passados para a versão web.

Levando em consideração os detalhes, é importante investir em uma boa estratégia de SEO seguindo as diretrizes de otimização para mecanismos de busca.

Depois de incluir a palavra-chave no título, na meta descrição e na URL, você deve colocá-la no cabeçalho principal e no corpo dos textos.

Trabalhe com variações da palavra-chave principal e palavras-chave que seus usuários utilizam e que podem atrair tráfego de qualidade para o seu site.

De qualquer forma, não ignore o significado do cabeçalho, cujo texto ajuda a definir a página, tanto para os usuários quanto para os buscadores. Os cabeçalhos tornam o texto digerível, fácil de ler e capaz de atrair a atenção do usuário.

12. Implementar estratégia de link building

O Google posiciona os sites importantes em primeiro lugar e considera os links para definir a importância das páginas. Assim, para melhorar o posicionamento SEO, você deve implementar uma boa estratégia de link building que faça com que os mecanismos de busca vejam que você tem muitos links.

Um backlink é o link de outro site que aponta para o seu site. Eles são muito úteis, pois são uma forma de demonstrar quais páginas têm valor para o seu site.

Por exemplo, se você tem uma página de produtos de beleza, é normal ter links para grandes dermatologistas e maquiadores, ou para páginas de salões de beleza. São como referências bibliográficas muito importantes para se ter.

Para realizar este plano existem dois tipos de links: os chamados dofollow que conferem autoridade à página para a qual se referem, e os nofollow, que são marcados para que não sejam levados em consideração pelos motores de busca no momento de transmitir autoridade ao site em questão

Atualmente, o ideal é que um site hospede uma combinação equilibrada dos dois tipos. Para atraí-los, existem inúmeras técnicas, como por exemplo: iniciar um blog e pedir aos clientes da empresa que incluam o link do blog em seu site, escrever artigos e enviá-los para formadores de conteúdo ou escrever nos blogs de influenciadores da Internet, como convidados.

13. Criar engajamento e confiança por meio de UI, UX e branding

Na internet há um grande número de sites que os usuários acessam com apenas um clique. Assim, é essencial criar engajamento e confiança no usuário, e várias técnicas podem ser usadas para isso.

A primeira delas é tornar seu domínio conhecido: se os usuários não souberem quem você é ou o que você faz, qualquer esforço adicional será em vão.

O próximo ponto é a otimização do site, tanto a nível estético como a nível de conteúdo. Melhorar a experiência do usuário torna a navegação no site fácil, fazendo com que ele se sinta confortável ​​e, portanto, passe mais tempo nele. Dentro deste ponto, é importante ressaltar a criação de um site fácil e intuitivo no qual ninguém se perca ao navegar. Então, elimine todos aqueles elementos que atrapalham a visibilidade e a experiência do usuário no seu site.

Além disso, fornecer depoimentos, avaliações e ações desse tipo faz com que o usuário, ao entrar em sua página, confie em você e você ganhe mais credibilidade.

cta-horizontal-caso-sucesso-affy

14. Analisar e avaliar sua estratégia de SEO

Um bom lugar para obter essas informações é por meio do Google Search Console, anteriormente conhecido como "Google Webmaster Tools", uma ferramenta gratuita que ajuda você a analisar, otimizar e verificar o status do seu site nos mecanismos de busca. Ele mostra todos os erros que o Google encontra ao ler seu site para que você possa resolvê-los rapidamente.

Da mesma forma, você não pode esquecer de vincular seu site ao Google Analytics, a ferramenta gratuita de análise do Google. É essencial ter esta ferramenta para analisar todo o seu tráfego online e determinar as suas métricas de marketing; algumas que ajudam a avaliar seu posicionamento são o número de sessões, tráfego por canal, usuários novos e recorrentes ou total de conversões, entre outros.

15. Quem persiste, alcança

Uma estratégia de posicionamento exige muita paciência e dedicação. Você não pode esperar grandes resultados se não estiver disposto a investir o tempo necessário. Para não perder o ritmo, é essencial que você se organize, então desenvolva um plano de objetivos mensais com as diferentes táticas de SEO que você vai implementar para ter maior controle de suas ações e assim poder avaliá-las.

Espero que este artigo tenha sido útil para você saber o que é SEO e para criar a sua estratégia de posicionamento. Não esqueça de compartilhar nas suas redes sociais!

CTA - Post - Vertical- Desktop

Publicado em 26 de outubro de 2022.

Revisado e validado por Jalusa Lopes, Country Manager da InboundCycle Brasil.

FAQ sobre o que é SEO

  • O que significa SEO e o que é?

    O SEO vem da sigla em inglês 'Search Engine Optimization', e representa todas as ações que permitem um melhor posicionamento natural do seu site ou blog nos resultados de busca. Ou seja, é uma melhora na visibilidade nos buscadores, e sim, sempre de forma orgânica.
  • Que faz um SEO?

    O objetivo do SEO é que o seu site apareça no topo da primeira página dos motores de busca, pois você sabe que estes são os que têm maior probabilidade de serem consultados.
  • Quais são as técnicas de SEO?

    1. Estabelecer metas realistas

    2. Criar uma buyer persona

    3. Identificar as palavras-chave que atendem ao objetivo do usuário

    4. Integrar o SEO no processo de compra

    5. Analisar sua concorrência

    6. Cuidar das imagens e da velocidade de carregamento do site

    7. Detalhes fazem o Google se apaixonar

    8. Corrigir links quebrados

    9. Usar links adequados

    10. Incluir tópicos relacionados

    11. Fortalecer seu conteúdo original

    12. Implementar estratégia de link building

    13. Criar engajamento e confiança por meio de UI, UX e branding

    14. Analisar e avaliar sua estratégia de SEO

    15. Quem persevera, consegue

Outros artigos que podem te interessar...

O que é CTR, para que serve e como melhorá-lo
O que é marketing de guerrilha? Vantagens, tipos e exemplos
Como colocar site no Google: entendendo indexação

O que você acha? Deixe um comentário!