Posicionamento no Google: como posicionar seu site com estratégias SEO em 9 passos

CTA- post-vertical-Desktop-Tiny

Um bom posicionamento no Google se transformou em uma obsessão, não apenas de um grande número de marqueteiros e otimizadores SEO, mas também de pequenos negócios devido a todas as vantagens que oferece para crescer as vendas online.

No entanto, a otimização do mecanismo de pesquisa não é tão simples quanto brincar algumas vezes com suas palavras-chave em seu blog. Somos obrigados a estar em dia com as constantes mudanças e atualizações do Google para evitar que nossos sites sejam penalizados e que nosso conteúdo possa subir posições na SERP (Search Engine Results Page).

O que é posicionamento SEO?

O posicionamento SEO é a estratégia que visa aparecer entre os primeiros resultados de busca de forma orgânica/natural, ou seja, sem a necessidade de pagar. Esses resultados são ativados pela indexação e rastreamento realizados pelos "web spiders" (robô do Google) passando por bilhões de opções que poderiam solucionar a necessidade do usuário, que digita algumas palavras-chave na caixa de pesquisa, dá um clique e espera a mágica.

Esses mecanismos de pesquisa retornam ao usuário as páginas que o Google considera mais úteis e relevantes para sua pesquisa. Daí a “teoria da democracia”. Para considerar conteúdo de qualidade e adquirir notoriedade, muitos aspectos são valorizados, incluindo aspectos técnicos e relacionados ao próprio site (como velocidade de carregamento ou experiência do usuário). Mas também há uma série de ações destinadas a obter uma maior probabilidade de aparecer nas primeiras posições altamente valorizadas.

Sendo claro, o responsável por essas ações e, consequentemente, pela elevação do posicionamento no Google é quem realiza o SEO.

O que significa "SEO" exatamente?

SEO (Search Engine Optimization) é, como o próprio nome sugere, otimização de mecanismos de busca. Esta optimização nada mais é do que todo o conjunto de técnicas que visam melhorar o posicionamento nos diferentes motores de busca para obter mais visitas.

Quando falamos de otimização de mecanismos de busca, devemos ter em mente que existe vida além do Google, apesar de ser o mais utilizado. Devemos conseguir também uma boa posição no Bing, Yahoo, etc.

Exemplo de posicionamento no Google

Vamos ver um exemplo rápido de posicionamento de site antes de aprofundar o assunto: abaixo mostro o resultado para "grupos de engajamento no instagram", onde o resultado da InboundCycle aparece entre as primeiras posições da primeira página do Google.

exemplo-busca-com-posicionamento-no-googleGraças ao posicionamento no Google conseguimos estar presentes para os usuários que fazem esta busca otimizando uma página do nosso site através de algumas ações que detalharei nas próximas seções. Mas, para conseguir isso, é importante entender bem o processo.

Tipos de posicionamento de site: SEO on-page e SEO off-page

Existem dois tipos principais de posicionamento de site que dependem do aspecto que queremos otimizar em nossos resultados: SEO on-page e SEO off-page.

Entender esses dois tipos de posicionamento SEO é muito importante para poder identificar e priorizar os elementos com maior probabilidade de melhorar nossa estratégia de SEO. Vou explicá-los em detalhes:

SEO on-page

Resumindo, o SEO on-page ou SEO on-site se refere a todas as otimizações que podemos fazer em uma determinada página do nosso site para posicioná-la no Google, ou seja, tudo que podemos controlar.

Alguns fatores relevantes para trabalhar o SEO on-page:

  • Conteúdo de qualidade e resposta à intenção de busca do usuário.
  • Arquitetura do site com estrutura piramidal.
  • Tags "título" e "descrição" otimizadas.
  • Sintaxe de URL otimizada.
  • Cabeçalhos bem definidos ou tags "H".
  • Imagens otimizadas.
  • Links interno e externo bem executados.

SEO off-page

O SEO off-page SEO ou off-site SEO se refere a ações de otimização que podemos trabalhar, não em nossas páginas, mas com sites externos.

O principal fator no SEO off-page são backlinks de qualidade ou links externos. Fazendo com que outras páginas relevantes e de qualidade insiram naturalmente em seus sites links que apontem para nossas páginas, melhoramos nossa relevância e, logo, nosso posicionamento.

Outros elementos de SEO off-site que podem ser otimizados para melhorar o posicionamento de site:

  • Guestposting.
  • Viralização de conteúdo nas redes sociais.
  • Melhoria da CTR (click-through rate).
  • Redução da taxa de rejeição.

Como funciona a otimização para mecanismos de busca?

Esta é a grande pergunta que todos nós que entramos no mundo da otimização dos mecanismos de busca nos fazemos, e tentarei explicá-la brevemente: os mecanismos de busca utilizam seus próprios algoritmos para analisar os diferentes sites, estrutura, conteúdo, e assim gerar os resultados apropriados para a pesquisa de cada usuário.

Esse processo começa com o rastreamento de um site pelo que chamamos de “spiders” do Google, que rastreiam o site e indexam as páginas desse site e os sites vinculados a essas páginas. Graças a esse rastreamento, o mecanismo de pesquisa pode criar um índice de páginas disponíveis para quando um usuário insere sua consulta ou pesquisa no Google. O resultado ou SERP que o usuário verá será o que o Google considerar mais próximo da busca, o que ele valoriza como mais relevante para o usuário.

Veja aqui a explicação oficial de como funciona a pesquisa do Google.

Além disso, aqui está um link para a explicação oficial de como a pesquisa do Google funciona.

Por que o SEO é tão importante para um site?

Como estratégia para atrair potenciais clientes, uma das tarefas obrigatórias para todas as empresas (sejam elas e-commerce ou não) é trabalhar o SEO. Ou seja, atrair usuários qualificados através do tráfego orgânico. O tráfego orgânico é entendido como aquele proveniente de uma pesquisa por palavra-chave nos buscadores.

Além disso, por mais atraente que seja sua oferta, se você não for visto na primeira página de resultados do Google, estará perdendo mais de 90% dos cliques. E entre todos os resultados dessa primeira página de respostas, a primeira posição acumula cerca de 59,59% dos cliques, segundo dados do Sistrix. Além disso, obter um volume considerável de tráfego de site é o primeiro passo para realizar com sucesso todas as outras estratégias de marketing online (Google Ads, redes sociais, e-mail marketing, etc.).

Essa exigência levou muitas agências de SEO ao sucesso, mas nem todas as empresas têm sempre acesso aos orçamentos (às vezes exorbitantes) que muitas dessas agências apresentam aos seus clientes.

Graças ao direcionamento de nossos recursos para obter um bom posicionamento de site, conseguimos:

  • Uma aquisição estável e de qualidade de tráfego de site.
  • Aumento da visibilidade do seu negócio, aumentando suas chances de venda e melhorando o reconhecimento da sua marca.
  • Um investimento de trabalho que dá cada vez mais resultados a longo prazo.
  • Economias consideráveis ​​em outras campanhas online pagas, embora ainda sejam eficazes e complementares.
  • Maior eficiência nas campanhas de SEM (Search Engine Marketing).

Diante disso, você pode se perguntar: como posicionar meu site no Google gratuitamente? Que chance você tem no Google comparado ao número crescente de empresas que investem dinheiro em posicionamento de SEO todos os meses?

Continue lendo para descobrir os 9 passos que você deve seguir para posicionar gratuitamente seu site no topo do Google.

Nueva llamada a la acción

9 dicas para melhorar o posicionamento SEO do seu site

Siga estas dicas para melhorar o posicionamento no Google e comece a converter as visitas em seu site.

1. Otimize seu site

Ter um site otimizado é fundamental para melhorar a velocidade e o tempo de carregamento, algo muito valioso. Além disso, isso influencia diretamente na experiência do usuário, o que agrega um ponto extra a seu favor, já que tudo no seu site deve favorecer esse aspecto (web design, navegação intuitiva, CTA/call-to-action/chamada para a ação, estrutura visual do conteúdo, etc.).

Existem muitas maneiras de otimizar o seu site(inserir imagens e vídeos leves, evitar duplicação, introduzir o sitemap.xml e o arquivo robots.txt, etc.). Tanto que falar sobre tudo o que você pode fazer nos levaria a escrever outro post sobre otimização de sites para SEO. O fundamental é que você saiba que existem algumas ferramentas que ajudam a fazer isso e indicam quais aspectos devem ser melhorados.

Um aspecto fundamental que muitos sites ainda ignoram é que eles devem ser responsivos e ter AMP (Accelerated Mobile Pages). Dessa forma, seu site será otimizado tanto no desktop quanto no celular. Estas ferramentas ajudam a verificar isso:

page-speed-otimizar-para-posicionamento-no-google2. Escreva sobre o que seus leitores estão procurando no buscador

Esta é uma das práticas mais relevantes dentro do considerado “SEO white hat”, e se trata de começar uma boa estratégia de conteúdos. Consiste em escrever sobre o que os usuários que você deseja alcançar no Google escrevem/pesquisam. Isso nos garante aparecer em boas posições e alcançar as pessoas certas.

A ferramenta Keyword Planner (gratuita e do próprio Google) não nos mostra resultados de busca exatos se não tivermos campanhas ativas do Google Ads, mas podemos usar soluções de baixo custo, e até mesmo gratuitas, para se aproximar do que seria "um ótimo resultado".

Se você está começando seu site e deseja se posicionar, mas não tem um único real para investir em ferramentas de pesquisa de palavras-chave como KeywordTool.io ou SE Ranking, é melhor usar outras como:

ubersuggest-ferramenta-posicionamento-no-google

Eles são totalmente gratuitos e, embora seja verdade que não fornecem o número exato de pesquisas como outras ferramentas pagas, como o já mencionado KeywordTool.io ou SEMrush, também é verdade que usá-los é muito (muito) melhor do que escrever as coisas "na sorte" ou "por intuição".

Direcione seu conteúdo para pesquisas e terá sempre benefícios a longo prazo.

3. Crie conteúdo de qualidade

Este ponto está intimamente relacionado à observação da intenção de pesquisa do usuário. No entanto, não é importante apenas oferecer o que o leitor procura, mas que as respostas sejam de qualidade. É importante que quando o Google rastreie o seu site, consiga identificar que o conteúdo é relevante e que tem conteúdo original e interessante, sendo o que o seu público-alvo procura.

Além disso, um bom conteúdo ajudará você a compartilhá-lo nas redes sociais e obter backlinks de qualidade para seu site.

Esteja sempre na vanguarda para saber como se posicionar no Google

É importante levar em consideração o BERT (Bidirectional Encoder Representations from Transformers ou, em português, representações de codificador bidirecional de transformadores), a nova atualização dos algoritmos do Google.

É um novo sistema de IA que se concentra em decifrar melhor a linguagem do usuário em suas pesquisas, para que as consultas que não podem ser "previstas" possam ser melhor respondidas e os resultados possam ser melhor classificados.

Essa nova operação supera em muito o mecanismo de palavras-chave que você usa em seu conteúdo, pois prioriza o contexto e devolve ao usuário apenas o conteúdo que é de qualidade e destinado a satisfazê-lo.

4. Adicione recursos gráficos em sua página

Ligado ao que foi dito sobre o BERT e como criar uma experiência positiva no site, é importante incorporar recursos gráficos, se possível, originais. Ou seja:

  • Vídeo
  • Imagens
  • Infográficos
  • Gráficos

Os recursos gráficos são importantes para obter um bom posicionamento de site, pois permitem uma melhor compreensão do assunto.

Além disso, muitas vezes conseguem uma explicação mais detalhada e precisa dos dados apresentados. Portanto, o Google premia as páginas que contam com esse tipo de recurso para facilitar a leitura dos usuários.

5. Incentive os usuários a interagir com sua página

Como conseguir isso? O segredo para os usuários interagirem com a sua página é oferecer o conteúdo que eles procuram e, além disso, que seja de qualidade e lhes proporcione valor e sede de aprendizado.

Devemos incentivá-los a contribuir com dúvidas e comentários, fazendo com que o usuário se sinta parte do conteúdo.

Com quais elementos podemos estimular essa interação?

  • Comentários

A seção de opinião, resenhas ou o clássico “deixe um comentário” podem se tornar o cenário do debate. Ideal para compartilhar ideias com seu público-alvo!

Se ninguém comentar, você mesmo pode iniciar a conversa, incentivando os leitores a participar. Claro, para isso você deve avisar ao longo do post ou no final, que mais abaixo, no final da página, eles podem comentar suas impressões com total liberdade.

Caso contrário, esta seção pode passar despercebida.

Outra forma de incentivar essa interação é fechar o post com uma pergunta aberta, um pouco polêmica ou que qualquer usuário possa se interessar em responder.

Lembre-se de que, gostando ou não do comentário, você não deve excluí-lo. Pelo contrário: responda com gentileza e agradeça a participação.

Assim você fará com que seus leitores se sintam parte da comunidade.

  • Postagens do blog

As postagens do blog devem ser concebidas em si mesmas como elementos geradores de interação. Se o conteúdo for interessante, é fácil compartilhá-lo e os próprios usuários o recomendam para seus amigos, seja por meio de redes sociais, e-mail ou WhatsApp.

O importante é que em cada post, no início ou ao lado, tenha botões para as redes sociais e os canais que costumam ser usados ​​para compartilhamento: Facebook, WhatsApp, LinkedIn, Twitter, Pinterest, e-mail.

icones-redes-sociais-para-posicionamento-no-google

Mas tenha cuidado, porque não é conveniente adicionar muitos botões e criar um impacto negativo nos usuários. Você pode testar para descobrir o que dará melhores resultados. Uma ferramenta gratuita que recomendamos é o AddThis.

Além disso, não se esqueça dos botões de CTA dentro do post para incentivar o download de e-books relacionados ao tema, além de links para outros artigos relacionados ao final de cada post.

Você também pode incluir um Feed Social da sua rede social mais ativa como estratégia de promoção cruzada.

  • Perguntas frequentes

A forma usual de apresentar uma página de perguntas frequentes (em inglês chamada de Frequently Asked Questions ou FAQ) é inserindo as perguntas mais importantes em abas fechadas.

Se você sabe quais são as perguntas mais frequentes de seus clientes, perfeito, pois você pode adicioná-las. A intenção da FAQ é simplificar a informação para o leitor, tendo em conta que este não conhece o site e pode não ter lido todas as seções.

Por outro lado, conheça as palavras-chave com as quais os usuários realmente acessaram seu site e faça a si mesmo as perguntas que eles poderiam fazer. A ideia é que os usuários cliquem em cada pergunta para ver as respostas e, assim, estimular a interação. Para fazer isso, tente manter as perguntas curtas e as responda com precisão, sem rodeios.

Incentive os usuários a fazer mais perguntas na seção de comentários ou por meio de um formulário de contato.

O que conseguimos com a interação?

  • Melhorar o tempo médio que os visitantes passam na página.
  • Agregar valor ao conteúdo. O Google irá associar o aumento da interação do usuário a uma resposta positiva, considerando que seu conteúdo satisfaz adequadamente a intenção de pesquisa.
  • Construir uma comunidade com seu público-alvo, fator essencial para o desenvolvimento da marca e a fidelização de seus prospects.
  • Gerar discussão: incentive feedback positivo e discussão em seu blog!

Em suma, conseguimos um melhor posicionamento de site.

6. Indexe apenas o que você deseja classificar

Um erro muito comum de todos os sites é por padrão indexar todo o site .

Temos que colocar tudo o que não queremos ranquear nos buscadores em noindex para, dessa forma, evitar que o Googlebot (robô do Google) perca tempo em seções da página que não são do seu interesse.

Essas páginas em noindex devem ser tradicionalmente as páginas típicas de "Contato" ou "Política de Privacidade".

Através de um CMS (Content Management System ou sistema de gerenciamento de conteúdo), como o WordPress, podemos configurar isso facilmente hoje com quatro cliques do plugin SEO de plantão.

É importante refletir se você acha que alguém vai acessar seu site digitando essas palavras.CTA- post-vertical-Desktop-Tiny

7. Links internos do-follow e no-follow

Este ponto reside em uma teoria própria. Se o Google rastrear links internos nofollow com menos frequência, deveríamos vincular internamente ao nofollow aquelas postagens ou páginas que não tenham grande relevância para nosso público ou não tenham nenhuma pesquisa ou interação.

Também dessa forma, é conveniente colocar em nofollow os links para as redes sociais e quaisquer links externos que você possa ter (banners, afiliados, etc.) já a partir da página inicial do nosso template. Isso facilitará muito as coisas!

8. Só trabalhe com links gratuitos e de qualidade que tragam tráfego para seu site

Inicialmente, você não precisa se preocupar com link building conforme surjam as seguintes condições:

  • Você está em um setor com baixa concorrência ou concorrência média/baixa.
  • Não há dinheiro para investir em links.

Comece pela base e conseguirá mais links à medida que crescer.

Os primeiros links com os quais é interessante começar, além da clássica inserção de links nas redes sociais, seria através dos comentários (e, portanto, nofollow) em sites que derivam tráfego para seu site.

O Google vai valorizar esse tráfego como um ponto extra na hora de ranquear e não custa nada postar esse tipo de comentário e, portanto, conseguir esse tipo de link.

9. Tente fidelizar e obter tráfego recorrente

Provavelmente o mais complicado de todos na maioria dos nichos da internet: criar conteúdo incrível que deixe as pessoas querendo mais.

Construa a fidelidade do usuário, obtenha assinantes e faça com que eles voltem ao seu site várias vezes. Dessa forma, você receberá visitas recorrentes e esse fator de "branding" é uma das coisas mais recompensadas pelos mecanismos de busca atualmente.

Resumindo: otimize corretamente seu site, saiba o que seu público-alvo procura e quais são suas necessidades, envolva-os criando uma boa estratégia de conteúdo e melhore sua estratégia de SEO com as melhores ferramentas.
Espero que este post tenha ajudado a resolver suas dúvidas sobre o que é posicionamento de site ou por quê é importante otimizar seu site para os mecanismos de busca.

Lembre-se de que sua concorrência também estará tentando subir posições no Google. Por isso, é importante procurar a solução mais barata e estável o quanto antes para aumentar a sua relevância. Quer saber mais? Deixe suas dúvidas na seção de comentários!

CTA - Post - Vertical- Desktop

Publicado em 22 de junho de 2022.

Revisado e validado por Jalusa Lopes, Country Manager da InboundCycle Brasil.

Fuentes

  1. Google - Cómo funciona la Búsqueda de Google
  2. Blogger 3.0 - Cómo configurar los mejores plugins de SEO para WordPress

FAQs sobre posicionamento no Google

  • Como ter posicionamento no Google?

    Existem muitas maneiras de otimizar e posicionar o seu site (inserir imagens e vídeos leves, evitar duplicação, introduzir o sitemap.xml e o arquivo robots.txt, etc.). Tanto que falar sobre tudo o que você pode fazer nos levaria a escrever outro post sobre otimização de sites para SEO. O fundamental é que você saiba que existem algumas ferramentas que ajudam a fazer isso e indicam quais aspectos devem ser melhorados.
    Um aspecto fundamental que muitos sites ainda ignoram é que eles devem ser responsivos e ter AMP (Accelerated Mobile Pages). Dessa forma, seu site será otimizado tanto no desktop quanto no celular.

  • Como melhorar o SEO no Google?

    Existem dois tipos principais de posicionamento de site que dependem do aspecto que queremos otimizar em nossos resultados: SEO on-page e SEO off-page.

    Entender esses dois tipos de posicionamento SEO é muito importante para poder identificar e priorizar os elementos com maior probabilidade de melhorar nossa estratégia de SEO:

    O SEO on-page ou SEO on-site se refere a todas as otimizações que podemos fazer em uma determinada página do nosso site para posicioná-la no Google, ou seja, tudo que podemos controlar.

    O SEO off-page SEO ou off-site SEO se refere a ações de otimização que podemos trabalhar, não em nossas páginas, mas com sites externos.

    O principal fator no SEO off-page são backlinks de qualidade ou links externos. Fazendo com que outras páginas relevantes e de qualidade insiram naturalmente em seus sites links que apontem para nossas páginas, melhoramos nossa relevância e, logo, nosso posicionamento.

  • O que é posicionamento SEO?

    O posicionamento SEO é a estratégia que visa aparecer entre os primeiros resultados de busca de forma orgânica/natural, ou seja, sem a necessidade de pagar. Esses resultados são ativados pela indexação e rastreamento realizados pelos "web spiders" (robô do Google) passando por bilhões de opções que poderiam solucionar a necessidade do usuário, que digita algumas palavras-chave na caixa de pesquisa, dá um clique e espera a mágica.

  • Que faz um especialista em SEO?

    Um especialista em SEO ou analista de SEO, em suma, é responsável por analisar, revisar e implementar todas as alterações ou otimizações necessárias em um site com o objetivo de melhorar seu posicionamento nos mecanismos de busca e, aumentar a captura de resultados orgânicos (ou pagos).

Outros artigos que podem te interessar...

O que é CTR, para que serve e como melhorá-lo
O que é SEO e 15 estratégias para sua campanha de marketing
O que é marketing de guerrilha? Vantagens, tipos e exemplos

O que você acha? Deixe um comentário!