<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=81693&amp;fmt=gif">

Conheça as novas tecnologias no marketing

Resumo do post
O mundo está cheio de exemplos de tecnologia – sem ela, não é mais possível avançar enquanto uma sociedade. O mesmo pode ser dito nas empresas, em que o uso de novas tecnologias no marketing virou item essencial para melhorar as campanhas feitas.

Novas tecnologias ao serviço de uma necessidade

Antes de conhecer novas tecnologias no marketing, responda à seguinte pergunta: o que você entende por tecnologia?

A tecnologia em si não é nada. Ou seja: sem aplicação ou sem uma ideia por trás, a tecnologia não faz muito sentido, pois as pessoas não saberiam que uso fazer dela. É por isso que, antes de desenvolver uma tecnologia, é necessário ter um insight poderoso e ver que camada de tecnologia pode ser aplicada

Um exemplo dessa premissa é o Shazam, plataforma em que a tecnologia é usada para descobrir qual música está tocando onde a pessoa está ou perto dela. 

Quantas vezes você já ouviu uma música na rádio, mas não sabia o nome? Antes do Shazam, a única solução era tentar lembrar trechos para procurar na internet (e, com sorte, você encontrou). Embora agora tenha se tornado muito mais sofisticado, o Shazam oferece uma solução para essa necessidade.

Como vemos, a tecnologia deve ser usada a serviço de uma necessidade. Uma vez detectado esse insight, a tecnologia é aplicada para resolvê-lo. O Shazam funciona por meio de impressão digital acústica, em que um algoritmo detecta os padrões da música e mapeia seus pontos. Depois, a ferramenta procura essas informações em seu extenso banco de dados e mostra a música que mais combina com o padrão.

Como você pode ver, este é um exemplo claro de avanço tecnológico aplicado a uma ideia ou necessidade. Logo, é bem óbvio que de nada adianta uma tecnologia se não estiver associada a uma necessidade, certo?

Você gosta do que está lendo? Inscreva-se para receber os novos posts e notícias de marketing e vendas no seu e-mail

9 novas tecnologias no marketing 

Dentro do marketing, existem muitas necessidades às quais as tecnologias podem ser aplicadas para melhorar as campanhas e obter melhores resultados.

A seguir, apresentamos 9 novas tecnologias no marketing que estão revolucionando as campanhas e proporcionando resultados superiores.  

1. Realidade aumentada

O que é?

Realidade aumentada (AR) é a visualização do ambiente físico enriquecido com elementos digitais através de um dispositivo. Em outras palavras, acontece quando o ambiente real é complementado com objetos digitais.

A diferença entre realidade aumentada e realidade virtual, que é o tópico a seguir, é que esta última cria um mundo totalmente simulado. Já a realidade aumentada realça o mundo real adicionando elementos sobrepostos.

O uso dessas novas tecnologias no marketing é viabilizado por marcadores: imagens que, ao serem detectadas pelo software de realidade aumentada, ativam a exibição de conteúdos adicionais.

Existem duas formas de criar uma estratégia de realidade aumentada:

  • Plataformas de terceiros: em geral, essas plataformas operam de forma muito semelhante. Para gerar uma realidade aumentada, indique que, ao detectar determinado logotipo, o software deve sobrepor um conteúdo específico naquele ponto. A sua utilização é relativamente simples, pois são plataformas desenhadas para serem utilizadas de imediato. A desvantagem é a constante dependência de terceiros. Um bom exemplo desse tipo de plataforma é o Blippar.

  • Realidade aumentada em plataforma própria: caso os aplicativos de terceiros não atendam aos seus requisitos, uma alternativa é desenvolver aplicativos personalizados que atendam às suas necessidades específicas. A vantagem é que você não tem limites além dos que a imaginação impõe, mas transformar suas ideias em realidade pode exigir muito investimento, tanto em tempo quanto em dinheiro.  

Exemplo de realidade aumentada

Um bom exemplo do uso de novas tecnologias no marketing é o IKEA Place, ferramenta desenvolvida pela Ikea, que permite visualizar os produtos do catálogo na casa das pessoas. Basta selecionar o móvel de interesse no aplicativo, apontar a câmera do aparelho para o espaço onde deseja colocá-lo e o aplicativo sobrepõe uma imagem tridimensional do produto no ambiente. Assim, a pessoa consegue ver como ficaria aquela estante ou sofá na sala antes mesmo de sair de casa! 

Nova call to action

2. Tecnologias de voz

O que é?

O uso crescente de assistentes de voz e dispositivos ativados por voz está transformando o marketing digital. Otimizar o conteúdo para pesquisa por voz é essencial, já que mais e mais usuários fazem consultas usando essa ferramenta. 

As marcas devem ajustar suas estratégias para capturar esse novo segmento, priorizando SEO de voz e criando conteúdo projetado especificamente para responder perguntas faladas.

Exemplo de tecnologias de voz

A Dominos Pizza integrou a tecnologia de voz em sua estratégia de pedidos, permitindo que os clientes pedissem pizza por meio de assistentes de voz (usando a Alexa da Amazon, por exemplo). Esta abordagem simplifica o processo de pedido para os usuários, ao mesmo tempo que posiciona a Domino 's na vanguarda da inovação no atendimento ao cliente.

3. Inteligência artificial generativa

O que é?

Esta inovação permite que as marcas criem conteúdos altamente personalizados em grande escala, adaptando-se às preferências de cada consumidor. A capacidade de criar conteúdo direcionado apresenta duas vantagens principais: melhora a experiência do usuário e aumenta a eficácia das  campanhas de marketing digital.

Exemplo de inteligência artificial generativa

Um exemplo notável é a Netflix, que usa algoritmos de IA para personalizar recomendações de conteúdo para seus usuários. Com base no histórico de visualização, a plataforma gera sugestões personalizadas e exclusivas para cada pessoa, melhorando a retenção e a satisfação do cliente.

4. Plataformas de engajamento baseadas em IA

O que é?

As plataformas de engajamento que utilizam inteligência artificial para interagir em tempo real com os clientes estão redefinindo a experiência do consumidor. Ferramentas como chatbots e assistentes virtuais não apenas fornecem respostas imediatas e personalizadas às dúvidas dos usuários, mas também coletam dados cruciais para otimizar estratégias de marketing.

Exemplo de engajamento baseado em IA

A Sephora implementou chatbots em sua estratégia de atendimento ao cliente, permitindo que os consumidores recebam recomendações de produtos, dicas de maquiagem e respostas a dúvidas gerais de forma eficiente. Esta interação melhora a experiência do cliente e fornece à Sephora informações valiosas sobre as preferências dos seus consumidores.

Nova call to action

5. QR e códigos de barras

O que é?

O código QR (Quick Response Code) é um tipo de código de barras UPC que pode ser lido rapidamente por um smartphone e que possui capacidade de armazenamento de dados superior a um código de barras normal.

À primeira vista, estes códigos são discretos – e podem parecer até mesmo desatualizados. Mesmo com sua utilização há alguns anos, pode ser um bom exemplo de como novas tecnologias no marketing vem para ficar, facilitando algumas aplicações. 

Especialmente quando se reinventam, como é o caso dos códigos QR. As empresas já não usam mais códigos QR em preto e branco; agora eles podem ser redesenhados para terem a mesma função, só que  bem mais atraentes. 

Existem múltiplas aplicações que permitem criar códigos QR gratuitamente e que podem conter URL, texto, SMS, e-mail, acesso WiFi... Essas técnicas permitem usar o QR code nas campanhas de marketing de uma forma mais estratégica.

Exemplo de QR e códigos de barras

Help Japan Now

O código QR é totalmente integrado ao design da campanha, tanto nas cores corporativas quanto na forma que se cria ao sobrepô-las.

QR Japan

Parada cardíaca

Este é outro bom exemplo de como personalizar um QR além da cor. Note que as linhas tradicionais que formam um QR foram alteradas por pessoas observando a parada cardíaca da pessoa que está localizada na parte central.

QR fallo cardíaco

6. Reconhecimento facial

O que é?

Entre as novas tecnologias no marketing, esta permite identificar rostos humanos e as suas principais características biométricas, como gênero, idade aproximada, humor... Além disso, pode até mesmo identificar um rosto e associar com um nome ao comparar a imagem com outras em um banco de dados.

Essa ferramenta já é utilizada em muitas redes sociais, por exemplo, para recuperar a conta ou identificar automaticamente amigos nas fotos do Facebook

Exemplo de reconhecimento facial

Além do exemplo do Facebook, o reconhecimento facial pode ser uma grande aliada para o e-commerce. Muitas pessoas não compram algo porque não sabem como vai ficar no corpo – uma preocupação que pode deixar de existir graças a essa tecnologia. 

Atualmente existem lojas online de óculos de sol que permitem fazer testes para ver como cada tipo de óculos se ajusta ao rosto, como é o caso do Mister Spex. Assim, o cliente pode selecionar os seus preferidos, aumentando a retenção e diminuindo as chances de troca.  

7. Blockchain e NFTs

O que é?

O Blockchain oferece uma nova dimensão de transparência e confiança no marketing digital, especialmente com a introdução dos NFTs. Esses tokens não fungíveis permitem que as marcas criem experiências de usuário únicas e personalizadas. Isso inclui produtos digitais de edição limitada até a verificação da autenticidade dos itens, abrindo um canal totalmente novo de interação.

Exemplo de blockchain e NFT

A Nike se aventurou no mundo dos NFTs com sua coleção “CryptoKicks”, que permite aos compradores possuir versões digitais exclusivas de tênis. Assim, ofereceu uma experiência única ao cliente enquanto explorava novas fronteiras na autenticidade e propriedade de produtos digitais.

8. Internet das Coisas (IoT)

O que é?

A Internet das Coisas representa a ligação digital de objetos do cotidiano à Internet, permitindo uma coleta de dados sem precedentes sobre as preferências e comportamentos dos consumidores. Esta informação é traduzida em campanhas e produtos de marketing altamente precisos e personalizados, otimizando a interação entre marca e clientes a níveis nunca antes vistos.

Exemplo de Internet das Coisas

A Philips Hue usa IoT para oferecer uma experiência de iluminação personalizada em casa. O sistema de iluminação inteligente permite que os usuários controlem as luzes da sua casa a partir dos seus dispositivos móveis, adaptando o ambiente às suas preferências. Isso reflete como as novas tecnologias no marketing e a personalização através da IoT podem melhorar significativamente a experiência do consumidor.

Nova call to action

9. Geolocalização

O que é?

Geolocalização é a capacidade de obter a localização geográfica real e exata de um objeto. Levando em consideração que hoje ninguém sai seu celular de casa, isso abre grandes possibilidades para campanhas de marketing.

Exemplos de geolocalização

A Coca-Cola surpreendeu os israelenses com uma ação inusitada, usando um aplicativo que mistura geotagging e outdoors: no âmbito da campanha de personalização dos rótulos das embalagens com nomes, os consumidores conseguiam ver seus nomes em cartazes interativos da campanha por onde passam. 

Graças à aplicação de geolocalização, os sensores detectam a presença da pessoa nas proximidades de onde ficavam os outdoors e coletavam a informação do nome. Tal campanha colocou o usuário no centro das atenções, conseguindo exaltar ao máximo a personalização publicitária.

A marca Mini também desenvolveu uma campanha criativa combinando aplicação móvel e geolocalização: um concurso para dar um Mini aos cidadãos de Estocolmo, capital da Suécia. Mais de 11 mil pessoas participaram no concurso, que tinha como objetivo principal promover um lançamento da marca. 

A Mini desenvolveu um aplicativo que ocultava um Mini Cooper “virtual”, sendo localizado pelo GPS do aplicativo. Uma pessoa com o aplicativo aberto poderia "roubar" o Mini de alguém a uma distância de até 50 metros – então assim que você alguém "pegasse" o Mini, tinha que fugir para não ser roubado de volta. Ganhava quem estava com o Mini no momento do término do jogo.

Conclusões sobre novas tecnologias no marketing

Essas novas tecnologias no marketing mostram como novas ferramentas estão sempre surgindo, ficando à disposição dos profissionais para usá-las em diferentes campanhas. 

O ideal é definir seus objetivos, estudar quais tecnologias podem ser utilizadas e como fazer isso com sabedoria. Assim, você consegue desenvolver campanhas mais impactantes e que conectem com o seu público-alvo. Você já usa alguma dessas tecnologias? Compartilhe na seção de comentários.

Nova call to action

Publicado em 3 de junho de 2024.

Revisado e validado por Jalusa Lopes, Country Manager da InboundCycle Brasil.

FAQ sobre novas tecnologias no marketing

  • O que é tecnologia no contexto do marketing?

    Tecnologia no marketing refere-se ao uso de ferramentas digitais e inovações tecnológicas para aprimorar estratégias de publicidade, promoção e comunicação com os consumidores.

  • Como as novas tecnologias são aplicadas no marketing?

    As novas tecnologias são aplicadas no marketing de várias maneiras, incluindo realidade aumentada, inteligência artificial, reconhecimento facial, blockchain e NFTs, Internet das Coisas, geolocalização, entre outras. Essas tecnologias são utilizadas para personalizar campanhas, melhorar a interação com os clientes e otimizar a experiência do usuário.

  • Como as marcas podem se beneficiar da inteligência artificial gerativa?

    A inteligência artificial gerativa permite que as marcas criem conteúdo altamente personalizado em grande escala, adaptando-se às preferências individuais de cada consumidor. Isso melhora a experiência do usuário e aumenta a eficácia das campanhas de marketing digital.
  • Qual é o papel da geolocalização no marketing?

    A geolocalização permite às marcas obter a localização exata dos consumidores, possibilitando campanhas de marketing altamente segmentadas e personalizadas. 
  • Como as marcas devem abordar a implementação dessas novas tecnologias em suas estratégias de marketing?

    As marcas devem primeiro definir seus objetivos de marketing e depois estudar quais tecnologias podem ser mais adequadas para atingir esses objetivos. É essencial implementar as novas tecnologias com sabedoria, garantindo que elas sejam utilizadas de forma a criar campanhas impactantes e relevantes para o público-alvo.

Ver más

Outros posts que podem te interessar...

Marketing digital Comunidade virtual: o que é e como criar uma comunidade engajada
Por Susana Meijomil en
Marketing digital 10 tendências de design gráfico para 2024
Por Jordi Cuenca en
Marketing digital Back-end e front-end: descubra o que são e suas principais diferenças
Por Ana Claudia Ferreira en
Marketing digital 11 tendências em inteligência artificial (IA) para 2024
Por Marina Mele en

O que você acha? Deixe um comentário!