<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=81693&amp;fmt=gif">

O que é marketing experiencial: melhores dicas e exemplos

menu_book 7 minutos de leitura

Numa época em que as redes sociais são protagonistas, as pessoas estão deixando de lado o interesse pelo marketing tradicional e optando por experiências, por uma espécie de marketing baseado na experiência: o marketing experiencial.

Cada vez mais empresas optam por incluir em suas estratégias o marketing experiencial, que estimula os sentidos de uma forma mais emocional. Então, se você quer saber o que é marketing experiencial, seus princípios, suas vantagens, os segredos para implementar uma estratégia desse estilo e exemplos desse tipo de marketing, continue lendo.

O que é marketing experiencial?

O marketing experiencial é uma modalidade de marketing que consiste em criar experiências capazes de se conectar com o consumidor de forma mais criativa, o que faz com que essas memórias perdurem na mente do cliente e, assim, se estabeleça um vínculo emocional com ele.

Neste caso, o marketing de experiência não se concentra no produto em si ou na marca, mas nas emoções e percepções do cliente como pessoa. Por isso apela diretamente aos sentidos para gerar sensações e curiosidade no cliente. A conexão criada a partir desse tipo de estratégia promove uma lealdade de longo prazo que, de outra forma, seria mais difícil.

Você gosta do que está lendo? Inscreva-se para receber os novos posts e notícias de marketing e vendas no seu e-mail

Princípios do marketing experiencial

No marketing experiencial existem alguns pilares básicos que fazem desta estratégia o que ela é: um apelo aos sentidos, emoções e sentimentos, o que faz com que a ligação emocional entre marca e consumidor cresça; e por meio dela a empresa recebe informações valiosas graças às experiências proporcionadas ao público. Ao avaliar estes princípios, deve se ter em conta o seguinte:

Abordagem centrada no cliente

Neste tipo de marketing não se dá destaque nem ao produto, nem à marca, mas sim ao cliente. As estratégias que se implementam são de natureza emocional e sensorial, razão pela qual as marcas focam principalmente no cliente, em fazê-lo sentir através de uma série de experiências para se posicionarem na sua mente e no longo prazo poder fidelizá-lo pela forma como isso os faz sentir.

Criação de emoções e experiências memoráveis

As experiências são a base da estratégia para criar emoções que despertem o interesse dos consumidores. Se você já visitou uma loja da Lush, por exemplo, saberá que a equipe é responsável por envolvê-lo na experiência de seus produtos, realizando demonstrações contínuas em suas lojas e fazendo com que os clientes participem delas. Essas experiências farão com que esses consumidores se lembrem de você, queiram repetir a experiência — e com certeza conquistem uma fidelização a longo prazo, pois conhecem a sensação que o produto da sua marca os faz sentir.

Integração dos sentidos

Para qualquer pessoa os sentidos são fundamentais e todas as ações relacionadas a eles são sempre lembradas. Quando o marketing experiencial é aplicado como estratégia de marca, todos os sentidos são integrados para fazer desse marketing emocional uma experiência que os consumidores lembrem e à qual desejem retornar regularmente.

Interação e participação ativa do consumidor

Neste tipo de marketing experiencial e emocional, as marcas envolvem os consumidores em qualquer experiência que realizem para atraí-los. De forma que marca e cliente tenham uma interação durante a experiência e se crie um vínculo difícil de ser esquecido, já que o próprio consumidor — e potencial cliente — é capaz de testar com antecipação o produto — que possivelmente irá comprar —, viver a experiência e decidir se se ajusta às suas necessidades.

Ter clareza sobre esses princípios garantirá que sua estratégia seja construída corretamente e você poderá aproveitar ao máximo esse tipo de marketing.

Nova call to action

Dicas para implementar uma estratégia de marketing experiencial

Se você deseja que suas campanhas de marketing experiencial tenham sucesso, deve levar em consideração estas dicas para alcançar o relacionamento que procura com seu cliente:

Conhecimento do público-alvo

Conhecer os consumidores a quem você se dirige é muito importante quando falamos de marketing mas, sobretudo, de marketing experiencial, pois o centro de todas as ações está direcionado ao consumidor e às suas necessidades. Portanto, você deve saber o que eles procuram, seus interesses e o que pode fazer com que se interessem pela sua marca para oferecer a melhor experiência possível para os engajar e criar um vínculo emocional com eles.

Criação de uma história ou narrativa envolvente

O storytelling no marketing emocional é uma ferramenta extremamente útil e essencial quando se busca criar experiências que humanizem a marca. Portanto, utilizar uma narrativa ou história interessante e atrativa para promover seus produtos e/ou serviços, incluindo o consumidor como parte da história e centro da estratégia é fundamental para o sucesso.

Design de experiências personalizadas

As experiências personalizadas neste tipo de marketing são muito importantes pois, obviamente, os consumidores não são iguais nem têm os mesmos gostos ou necessidades. Portanto, adaptar a experiência para cada um deles é crucial para que a estratégia funcione. 

Uso de tecnologias inovadoras

As tecnologias que possuímos atualmente permitem que as empresas se beneficiem desses avanços. A realidade virtual (VR) ou realidade aumentada (AR) se tornou necessária para os profissionais de marketing em estratégias de marketing experiencial. Com VR e AR, a experiência muda completamente e dispõe uma nova forma de oferecer a experimentação aos consumidores, melhorando sua experiência, como vídeos 360º ou realidade aumentada para visualizar os produtos da sua marca da forma mais realista possível.

Avaliação e mensuração de resultados

O controle de resultados é um aspecto fundamental para qualquer estratégia, pois lhe dará as indicações necessárias para saber se suas ações estão funcionando como deveriam. Portanto, a avaliação e mensuração de cada uma das decisões tomadas na estratégia de marketing experiencial deve ser avaliada e mensurada para obter as informações necessárias para indicar se está funcionando ou não.

Esses aspectos são essenciais se você deseja desenvolver uma estratégia de marketing emocional que realmente funcione. Por isso, você deve prestar muita atenção ao passo a passo para implementá-la corretamente no seu negócio.

Vantagens e benefícios do marketing experiencial

O marketing experiencial é uma das estratégias mais populares atualmente e possui inúmeros benefícios e vantagens interessantes que devem ser considerados:

Geração de conexão emocional com a marca

Ao colocar o consumidor no centro da estratégia deste tipo de marketing, todas as ações implementadas visam exclusivamente o envolver e fazê-lo se sentir parte da marca. Desta forma, ao dedicar recursos à satisfação das necessidades destes potenciais clientes, e fazendo isso através de experiências personalizadas e os engajando, gera-se uma ligação e vínculo emocional com a marca.

Maior fidelidade e recomendação do cliente

Quando você conseguir que seus consumidores criem essa conexão emocional com a marca e sintam que suas necessidades estão satisfeitas graças às experiências que puderam desfrutar e à forma como puderam conhecer o produto, é bem provável que a fidelização destes clientes cresça. Tê-los no centro da estratégia e que as ações sejam voltadas exclusivamente para a satisfação dos consumidores faz com que a marca fique gravada em suas mentes e, com isso, eles passem a querer comprar novamente e se fidelizar, bem como compartilhar com seu círculo os produtos da marca em questão.

Diferenciação da concorrência

A implementação do marketing experiencial numa empresa proporciona um elemento diferenciador face à concorrência. A possibilidade de fazer parte da experiência, envolver-se, viver e sentir de perto os produtos e interagir com a própria marca proporciona aquele valor que as diferencia das demais marcas concorrentes.

Melhoria na percepção da marca e imagem corporativa

Utilizar uma estratégia experiencial e emocional para tratar os consumidores e oferecer a eles experiências que outras marcas não conseguem proporcionar para satisfazer cada uma das suas necessidades, melhora a percepção da marca e consequentemente, a imagem corporativa também. Pois bem, os consumidores percebem a marca como aquela que os leva em consideração, que se preocupa e que trabalha para satisfazer suas necessidades e lhes oferecer os melhores produtos ou serviços.

Estas são as as vantagens mais importantes e que você deve ter em conta na implementação de uma estratégia deste tipo.

Exemplos de sucesso de marketing experiencial

Aqui estão alguns exemplos de implementação do marketing experiencial em suas estratégias:

Coca-Cola: “A máquina da felicidade”

A Coca-Cola possui marketing experiencial de alto nível. Sua história de sucesso com “A Máquina da Felicidade” é um dos exemplos mais claros.

Uma máquina de venda automática do refrigerante foi instalada em um campus universitário e cada vez que alguém tirava uma Coca Cola, era dada mais unidades para compartilhar com o resto das pessoas. Além disso, pensou-se em outros detalhes, como comida, oferecendo a essas pessoas uma experiência para lembrar para a vida toda.

A Coca-Cola soube colocar os seus consumidores no centro da sua estratégia e executar a ideia para que nenhum deles, ou quem mais tarde soube o que aconteceu na internet, se esquecesse dessa experiência. Essas ações de marketing experiencial ajudaram a marca a lutar de maneira eficaz contra seus concorrentes diretos e, embora seja um dos maiores fornecedores de refrigerantes desse gênero, soube continuar a se colocar no centro das atenções e a liderar o seu setor.

Red Bull: eventos radicais e patrocínios esportivos

A Red Bull tem focado sua estratégia de mercado na oferta de esportes radicais menos reconhecidos pelo público, uma nova forma de promoção, o multipatrocínio. A opção por esportes radicais e de aventura tem ajudado a reforçar a sua imagem corporativa já que os valores transmitidos pela marca estão focados nos jovens.

No entanto, tornou-se uma estratégia de marketing diferencial, pois não apenas patrocina, mas também participa ativamente na criação de eventos esportivos relacionados. Sua estreita e forte relação com atividades de risco faz com que, independentemente do logotipo aparecer ou não, a Red Bull é identificada instantaneamente com esses esportes.

Baixe nosso modelo de buyer persona gratuito e dê um passo à frente da concorrência

Nike: Nike+ e experiências de corrida

A NIKE é outra história de sucesso em marketing experiencial. A multinacional esportiva lançou duas novas experiências capazes de conectar calçados digitais com aplicativos móveis interativos para monitorar a atividade diária.

Desta forma, os atletas recebem informações e medições que ajudam o atleta a saber seu desempenho, e promovem maior motivação. Essa experiência transforma um treino rotineiro em uma atividade divertida, no formato de jogo com exercícios de alta intensidade que funciona 365 dias por ano.

Apple: Apple Stores como espaços de experiência

A Apple tem sido um claro sucesso no marketing de experiência há muitos anos, à medida que suas lojas se tornaram espaços para experiências contínuas. As Apple Stores possuem um grande catálogo de produtos que estão presentes e disponíveis para uso de todos que as visitam.

Poder tocar nos produtos, experimentá-los e utilizá-los sem problemas na própria loja antes de fazer qualquer compra faz da Apple um local atraente para se visitar. Os consumidores desfrutam de experiências e da capacidade de testar produtos antes de fazer uma compra final, e é por isso que a Apple se tornou um das rainhas do marketing experiencial.

IKEA: salas interativas e personalização

A IKEA lançou uma ação internacional em que os consumidores da marca puderam interagir com os quartos e desfrutar de uma festa do pijama num dos seus estabelecimentos. Nesse evento, os convidados puderam usufruir de sessões especiais de mimos e serviço de quarto, entre outros, para tornar esta experiência inesquecível.

A iniciativa permitiu aos consumidores experimentar pessoalmente as ofertas da IKEA e conseguiu fortalecer os laços emocionais com a marca graças à abordagem muito pessoal da marca aos seus clientes.

Agora você conhece o que há de mais relevante sobre marketing experiencial e as vantagens que ele traz, bem como diversos exemplos de histórias de sucesso que você pode tomar como recomendação. Se está pensando em implementar este tipo de marketing, aqui está o motivo perfeito! Anote os principais aspectos para desenvolver e implementar essa estratégia de experiência no seu negócio e comece agora.

Nova call to action

Publicado em 22 de Novembro de 2023.

Revisado e validado por Jalusa Lopes, Country Manager da InboundCycle Brasil

FAQ sobre marketing experiencial

  • O que é marketing experiencial?

    O marketing experiencial é uma modalidade de marketing que consiste em criar experiências capazes de se conectar com o consumidor de forma mais criativa, o que faz com que essas memórias perdurem na mente do cliente e, assim, se estabeleça um vínculo emocional com ele.
  • Qual o objetivo do marketing experiencial?

    Neste caso, o marketing de experiência não se concentra no produto em si ou na marca, mas nas emoções e percepções do cliente como pessoa. A conexão criada a partir desse tipo de estratégia promove uma lealdade de longo prazo que, de outra forma, seria mais difícil.

  • O que é preciso para uma empresa estar pronta para o marketing de experiência?

    Se você deseja que suas campanhas de marketing experiencial tenham sucesso, deve levar em consideração estas dicas para alcançar o relacionamento que procura com seu cliente:

    • Conhecimento do público-alvo
    • Criação de uma história ou narrativa envolvente
    • Design de experiências personalizadas
    • Uso de tecnologias inovadoras

     

  • ¿Cuáles son las tendencias actuales y futuras del marketing experiencial?

    Algunas tendencias actuales y futuras del marketing experiencial incluyen:

    • Personalización avanzada: Utilizar datos y tecnología para ofrecer experiencias altamente personalizadas y adaptadas a cada cliente.
    • Experiencias inmersivas: Emplear tecnologías como la realidad virtual y aumentada para crear experiencias más envolventes y realistas.
    • Experiencias multisensoriales: Incorporar elementos visuales, auditivos, táctiles y olfativos para estimular múltiples sentidos.
    • Sostenibilidad y responsabilidad social: Integrar valores y acciones sostenibles en las experiencias para atraer a los consumidores conscientes.
    • Integración en línea y fuera de línea: Crear experiencias fluidas y coherentes que combinen los entornos digitales y físicos.

Outros artigos que podem te interessar...

Dor do cliente: o que é e como solucioná-la
Network marketing: o que é e como funciona
Os 10 erros de marketing digital para MEIs que devem ser evitados

O que você acha? Deixe um comentário!