<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=81693&amp;fmt=gif">

Live shopping: o que é, como funciona e como vender online ao vivo

Com certeza você já viu alguns canais de televisão dedicados à venda de produtos e serviços de moda, beleza ou artigos para o lar. Algo semelhante acontece através da internet: estamos falando do live shopping - você conhece esse conceito? Trata-se de uma estratégia que permite a venda mediante transmissão ao vivo a partir de qualquer plataforma virtual ou digital.

Neste artigo contamos mais sobre esse tipo de tática de venda, uma ótima opção para oferecer melhor experiência de compra ao cliente em tempo real.

Em que consiste o live shopping?

Talvez você ache que o conceito de “teleloja” é algo vintage, mas na realidade é o pioneiro do live shopping. A teleloja começou nos anos 70 e 80 na América do Norte: os primeiros canais se tornaram a origem do que conhecemos hoje, isto é, espaços televisivos dedicados à venda de diversos produtos. Um dos elementos mais atrativos desta estratégia é a aparição de personagens famosos apresentando um produto ou serviço.

Foi assim que surgiu o live shopping, um novo formato comercial que combina a venda de produtos de uma loja ou empresa com as transmissões ao vivo (hoje, através de redes sociais). Como você vai ver, a maneira de vender mudou muito ao longo de 30 anos.

Você gosta do que está lendo? Inscreva-se para receber os novos posts e notícias de marketing e vendas no seu e-mail

O live shopping se baseia nos antigos anúncios de teleloja, porém está disponível em celulares, redes sociais e com os botões “compre agora” específicos do e-commerce.

Cabe apenas especificar que, dentro desta nova estratégia de vendas, continua mantido o social selling, no qual os clientes podem interagir ao vivo em tempo real para resolver suas dúvidas a respeito de uma possível compra.

Por que o live shopping é único e tão inovador?

O live shopping é único porque um evento de vendas ao vivo (ou live streaming e-commerce) reúne estes quatro atributos:

  • É integralmente audiovisual: o formato de vídeo se torna o rei do conteúdo - é um modelo massivo de consumo de informação nos dias de hoje.
  • É em tempo real: o tempo é o que temos de mais valioso. Isto significa que pode ser gerada a oportunidade do “agora ou nunca”, isto é, o que ocorre ao vivo deve acontecer somente naquele momento, o que cria uma sensação de emergência no espectador. Este fator permite uma maior inter-relação com os consumidores, transparente e natural.
  • É interativo: o espectador ou cliente toma parte ativa da experiência. O live shopping não tem sentido sem interação do outro lado da tela. Por isso, o cliente é parte chave desta experiência.
  • É divertido: o segredo está em gerar conteúdo que chame a atenção, que se conecte emocionalmente com os consumidores.

Qual é a origem do live shopping?

A recuperação das vendas ao vivo com este novo formato se deve à ShopShops. Esta plataforma criada em 2016 pela empreendedora Livia Wu foi a responsável pelo retorno desse conceito de vendas à sua antiga popularidade. Cabe destacar que, como consequência da COVID-19, este conceito se popularizou ainda mais com a finalidade de facilitar o processo de venda. 

Da mesma forma, a história das vendas ao vivo começou em 2016, quando o Alibaba lançou o Taobao Live para o mercado chinês. A premissa básica do Taobao Live era simples, mas bastante inovadora, evocando o conceito de telecompra (teleshopping).

Como funciona o live shopping?

É fácil: o live shopping funciona através de plataformas conectadas à internet e mediante uma loja digital. Nesta transmissão, os clientes podem conhecer a gama de produtos e serviços oferecidos e, posteriormente, fazer a compra correspondente.

Nesta mesma linha, pode haver participação de influenciadores ou streamers para responder perguntas e tirar dúvidas ao vivo.

Em um live shopping, pretende-se que os clientes que ainda não têm a experiência de comprar online o façam através desta modalidade, gerando um ambiente de confiança.

Vantagens do live shopping para seu e-commerce

É certo que as vantagens de implementar a técnica do live shopping em seu e-commerce são muitas. A seguir, listamos as mais relevantes:

  • Gera interesse no público: os usuários terão a oportunidade de conhecer muito mais como é ou como se usa o produto, assim como tirar suas dúvidas a respeito.
  • Apresentação de uma nova gama de produtos: esta estratégia é perfeita para novos lançamentos de produtos ou serviços, o que permite que os futuros clientes mantenham a atenção.
  • Não é necessário fazer grandes investimentos: este tipo de formato aceita que a produção do conteúdo seja a mais simples possível, já que o principal objetivo é vender.
  • Colaborações ganha-ganha: as colaborações entre personalidades com uma certa influência permitem gerar sinergias e um efeito de benefício para ambas as partes.
  • Facilidade para medir: mediante os eventos de live shopping podem ser medidos os resultados com ajuda de diversos KPIs. Portanto, tem-se a possibilidade de conhecer quão rentável é a  estratégia.

  • Permite aproveitar a venda no calor do momento: a compra pode se concretizar de forma rápida.

  • O comércio ao vivo é interessante, imersivo e dinâmico: por esta razão, os clientes se mantêm conectados por mais tempo, permitindo gerar uma maior interação em tempo real.

  • As taxas de conversão são altas: no live shopping, as taxas de conversão são 10 vezes mais altas em comparação com as técnicas tradicionais de e-commerce.

  • Não é intrusivo: este tipo de comércio se caracteriza por ser um formato de livre arbítrio, isto é, o cliente decide se quer participar ou não da transmissão ao vivo.

  • Gera confiança: a ideia de que é uma pessoa que está contando coisas sobre a marca e o produto gera nos clientes uma segurança maior.

  • Baixas taxas de devolução: este tipo de estratégia de vendas permite que o usuário conheça muito bem o produto, causando que o índice de devolução seja menor em comparação com as compras em loja física.

Nueva llamada a la acción

Como implementar o live shopping em seu negócio?

A seguir, compartilhamos uma estratégia para implementar satisfatoriamente o sistema de live shopping em seu negócio:

  1. Pesquise as preferências de hora e lugar de seu público no qual, segundo suas
    atividades e/ou necessidade, possa se juntar a uma transmissão ao vivo.
  2. Considere convidar influencers para esta atividade.
  3. Selecione a plataforma que melhor se adapte ao seu negócio e que seja adequada para criar uma grande experiência.
  4. Fomente a interação com seu público através do chat ao vivo.
  5. Repita informações tanto quanto for necessário, para que o público compreenda adequadamente a marca e o produto ou serviço oferecido.
  6. Escolha de maneira estratégica os produtos que você deseja promover ou impulsionar.
  7. Defina a metodologia ou os aspectos chave que guiarão a live.
  8. Determine o formato: por exemplo, pode ser uma sessão de perguntas e respostas, ou um tutorial.
  9. Otimize seu e-commerce para que a experiência do usuário seja a melhor possível.
  10. Estabeleça um plano de divulgação para que você tenha um público ativo durante a live.
  11. Incorpore o CTA (call to action) para inspirar o usuário a comprar o produto.

Plataformas para o live shopping

Antes de escolher a plataforma para fazer as transmissões, é importante definir o público ao qual você vai se dirigir. Com esta informação você poderá aproveitar melhor o rendimento de cada sessão. Sem esquecer o fato de contar com um e-commerce bem otimizado: isto demonstrará coerência da marca.

No Brasil se destacam algumas plataformas de live shopping: 

Situação atual do live shopping no Brasil

Desde o início da crise originada pela pandemia de COVID-19, período no qual muitos negócios e empresas com lojas físicas se viram na necessidade de fechar suas portas por tempo indeterminado, numerosas empresas estão implementando o live shopping em seus e-commerces

Este fenômeno chegou ao Brasil, como já era de se esperar, após a repercussão na Ásia, nos Estados Unidos, e mais recentemente, na Europa. Com a quarentena, o e-commerce ganhou novos consumidores que, até o início da pandemia, nunca tinham feito compras online. Gigantes como Americanas, Renner, Hering, Riachuelo, Arezzo, e Hope já estão no live shopping, com cada vez mais força. 

A Via, responsável por marcas como Casas Bahia, Ponto e Extra, detém um dos casos de maior sucesso no Brasil, o “Me chama no zap”: no caso das marcas da Via – Casas Bahia e Ponto – o cliente ainda pode ter a ajuda de um vendedor pela ferramenta “Me Chama no Zap”, no qual o comprador passa a ter uma experiência de atendimento e consultoria online. 

Ainda que os números não sejam tão expressivos como os asiáticos ou norte-americanos, é fato inevitável que este tipo de comércio está sendo incrementado de forma progressiva e, ao que tudo indica, veio pra ficar.

É importante ressaltar que atualmente existem setores que tiram grande proveito do live shopping, entre os quais se destacam os setores da moda, beleza e cosméticos, alimentos, formação acadêmica, viagens, hotelaria e eletrodomésticos.

Nova call to action

Casos de sucesso do live shopping

Mesmo que, a essa altura, já existam muitos casos de sucesso em empresas conhecidas que, após implementar o live shopping em seu e-commerce, obtiveram grandes benefícios e ótimos resultados, deixamos a seguir três das nossas favoritas e provenientes de setores muito diferentes:

1. Media Markt

Esta empresa lançou em 2021 uma campanha pelo YouTube na qual seu principal objetivo era promover produtos do Google Nest. Durante esta transmissão, foram oferecidos códigos de desconto e informações atrativas para os usuários interessados neste tipo de produto.
Live Shopping - Ejemplo Media Markt 1

Fonte: marketing4ecommerce

2. Laagam

Esta marca de moda, através de sua criadora Inés Arroyo, se concentrou em mostrar os diferentes looks que podem ser combinados com cada uma de suas peças. O interessante desta live é que, enquanto os espectadores assistem à transmissão, podem comprar em tempo real o que mais gostem.

Live Shopping - Ejemplo LaagamFonte: marketing4ecommerce

3. Trilogi

A Trilogi é uma agência que, por meio das transmissões ao vivo, compartilha os benefícios e possibilidades do comércio eletrônico a empresas e negócios.

Live Shopping - Ejemplo TrilogiFonte: marketing4ecommerce

Futuro do live shopping

Além da consolidação do live shopping através das redes sociais, sobretudo o Instagram, que potencializa esta forma de comércio pela participação de influencers, e destacando também o Twitch, reconhecido como a rede social que mais atrai espectadores, criadores de conteúdo e marcas, a cada dia surgem novos aplicativos para se juntar à tendência do conteúdo ao vivo. Por exemplo, a rede social BEREAL, que tem o propósito de mostrar a vida real o mais natural possível, pode ser explorada como ferramenta de vendas.

O live shopping, além de monetizar os vídeos, oferece a possibilidade de gerar receita para os criadores que estão por trás de toda a produção. O futuro do comércio eletrônico está nesta estratégia de vendas.

A tendência do live shopping é a de um crescimento paralelo ao desenvolvimento tecnológico que permita suportar os requisitos de implementação em qualquer e-commerce. Ainda que o processo de adaptação implique esforço e dedicação, já se nota (e se notará) que os frutos colhidos merecem muito o investimento de tempo, dinheiro e recursos.

O live shopping chegou para ficar e revolucionar de forma definitiva o comércio eletrônico como o conhecíamos até agora. E você, já experimentou alguma vez o live shopping? Como foi? Quais ações foram implementadas? Adoraríamos saber o que você tem para compartilhar de sua experiência conosco na seção de comentários!

Nueva llamada a la acción

Publicado em 14 de junho de 2023

Revisado e validado por Jalusa Lopes, Country Manager da InboundCycle Brasil.

FAQ sobre Live shopping

  • O que é uma live shop?

    O live shopping é um novo formato comercial que está disponível em celulares, e combina a venda de produtos de uma loja ou empresa com as transmissões ao vivo (hoje, através de redes sociais). Ele conta com os botões “compre agora” específicos do e-commerce.

  • Como funciona o Live commerce?

    É fácil: o live shopping funciona através de plataformas conectadas à internet e mediante uma loja digital. Nesta transmissão, os clientes podem conhecer a gama de produtos e serviços oferecidos e, posteriormente, fazer a compra correspondente.

    Nesta mesma linha, pode haver participação de influenciadores ou streamers para responder perguntas e tirar dúvidas ao vivo.

    Em um live shopping, pretende-se que os clientes que ainda não têm a experiência de comprar online o façam através desta modalidade, gerando um ambiente de confiança.

Ver mais

Outros posts que podem te interessar...

Marketing digital Product market fit: o que é e como defini-lo para o seu negócio
Por Ana Claudia Ferreira en
Marketing digital Marketing de produto: o que é, como usar e exemplos
Por Susana Meijomil en
Marketing digital O futuro da inteligência artificial: impactos no emprego e no consumo
Por Marina Mele en
Marketing digital Favicon: o que é, como criar e características
Por Ana Claudia Ferreira en

O que você acha? Deixe um comentário!