<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=81693&amp;fmt=gif">

Wix: o que é, funcionalidades e como usar essa plataforma

Toda empresa precisa ter um site ou uma loja online para divulgar sua marca, especialmente no Brasil: segundo levantamento da Math Ads, nove em cada dez usuários fazem pesquisas na internet antes de concluir uma compra. Além disso, 80% dos entrevistados usam o smartphone para tomar uma decisão sobre a compra enquanto estão numa loja. 

No entanto, criar um site do zero pode ser um processo complexo e caro, já que nem toda empresa tem uma equipe dedicada para isso. Logo, é preciso contratar alguém para fazer esse serviço ou optar por ferramentas que fazem isso de maneira simples. Entre elas, podemos citar o Wix, que ganhou muita popularidade graças a sua plataforma com diversas funcionalidades disponíveis e fáceis de usar para projetos online. 

Neste artigo, você irá conhecer mais sobre essa ferramenta, como usá-la da melhor forma possível, além das vantagens e desvantagens.

Wix: o que é e para que serve?

É uma plataforma com mais de 200 milhões de usuários que foi pensada para pessoas e pequenas empresas criarem seus próprios sites sem precisar de conhecimentos de design ou programação.

Para isso, oferece um catálogo extenso de templates personalizáveis e outras funcionalidades para a construção de sites, blog ou loja online. Tudo isso para tirar o projeto do papel em pouco tempo e com resultados de alta qualidade.

Você gosta do que está lendo? Inscreva-se para receber os novos posts e notícias de marketing e vendas no seu e-mail

Principais recursos e funcionalidades do Wix

Montar um site com Wix não é difícil, mas o usuário deve conhecer suas características e funcionalidades para aproveitar as oportunidades e ter um melhor desempenho das páginas.

Uso na nuvem

O Wix funciona na "nuvem" — ou seja, o usuário pode entrar na plataforma diretamente pela internet, sem precisar baixar nenhum software. Assim, consegue acessar o projeto a qualquer momento e a partir de qualquer dispositivo (computador, smartphone ou tablet) com maior flexibilidade.

Versatilidade e personalização

A plataforma oferece uma ampla variedade de modelos para trabalhar e criar um site de maneira profissional. Na hora do registro, o usuário responde uma série de perguntas que ajudam a entender suas necessidades e o Wix retorna com templates que melhor se adaptam à sua situação.

Vale ressaltar que os modelos são apenas sugestões ou guias. Se houver elementos faltando ou que não atendam às suas necessidades, o usuário pode editar da forma que achar melhor com os módulos disponíveis.

Editor simples e intuitivo

O editor Wix é baseado no sistema "drag and drop", o que significa que você não precisa de conhecimentos de programação para gerar seu site. É muito simples!

Hospedagem grátis incluída

Dentro de suas funcionalidades básicas, o Wix oferece hospedagem gratuita e segura que inclui até 500 MB de armazenamento e até 500 MB de largura de banda.

Serviço Freemium

O Wix é um modelo de negócios Freemium, cuja estratégia baseia-se no fornecimento de um produto ou serviço gratuito para, depois, oferecer a versão paga por assinatura conforme a necessidade de utilizar recursos mais avançados.

Isso significa que você pode acessar serviços e funcionalidades básicas no plano gratuito e, conforme tiver mais demandas, expandir suas opções com funcionalidades mais avançadas no serviço pago.

Como usar Wix: passo a passo para criar um site

1. Cadastre-se no Wix

Antes de fazer o cadastro, você deve entender que tipo de site deseja criar e para qual finalidade. Se não souber qual é o modelo mais adequado, a própria plataforma faz uma série de perguntas para oferecer a melhor opção com base em suas necessidades. 

Seja como for, o primeiro passo é se cadastrar no Wix:

1.1 Cadastro

Como em qualquer plataforma,  você deve criar uma conta para começar.

1.2 Definição de necessidades

Abaixo, você confere quais são as perguntas que deve preencher para que o Wix entenda suas necessidades.

1.3 Painel de controle

Depois de responder as perguntas, o usuário é direcionado para o painel de controle para fazer a configuração inicial da sua página. Isso inclui informações e comandos básicos de idioma, logotipo, editar as principais informações, vincular um domínio, entre outros. 

Aqui, você também pode adicionar aplicativos e funcionalidades, monitorar as métricas do site, conferir a Central de Ajuda, analisar e otimizar o SEO do site. 

2. Escolha um modelo

Acesse a biblioteca de modelos do Wix para se inspirar e ver se algum deles atende às necessidades do seu negócio. São mais de 800 templates disponíveis, que podem ser filtrados de acordo com o setor ou o tipo de site que deseja. Uma vez selecionado, você pode editá-lo diretamente de sua conta.

Se você não quiser usar um modelo, pode criar seu próprio site clicando em "Personalizar" no menu principal do painel de controle e seguindo as etapas que aparecem na tela. De forma simples, o Wix oferece diversas opções de templates de acordo com o objetivo do seu site e o estilo visual que você quer.

Nueva llamada a la acción

3. Desenhe a estrutura do seu site

Agora que você já sabe o tipo de site que vai criar, é importante planejar o que quer incluir nele. Lembre-se que um site é composto por diferentes páginas em que o conteúdo é exibido. Pode ser que você queira um site com um único tipo de landing page, porém o mais comum é construir um site baseado em diferentes seções: Quem somos, Blog, Notícias, Contato, Perguntas Frequentes, entre outras. 

É muito importante que, antes de começar a editar, você saiba quais seções precisa.

Para criar uma página, basta entrar no seu editor Wix e selecionar “Páginas e menu”. Nesta seção, você consegue gerenciar as páginas existentes no modelo selecionado, deletar as que você não gosta, refazer a ordem no menu inicial e adicionar novos módulos. 

4. Escolha seu domínio

Dentro da versão gratuita, o Wix oferece um domínio construído a partir do e-mail que você usou para se cadastrar, com a marca Wix e o nome do seu site. Por exemplo, se o cadastro foi feito com o e-mail “inboundcycle@gmail.com" e o site é nomeado “Blog de Notícias”, o domínio gerado automaticamente fica: inboundcycle.wixsite.com/blog-de-noticias.

Se quiser adicionar um domínio personalizado ou conectar-se a um que já possui, deve atualizar sua conta para algum plano pago ou premium. Você pode gerenciar seu domínio na seção "Site e aplicativo" do seu painel de controle.

5. Crie e edite seu site

Depois de definir a estrutura e criar todas as páginas necessárias, você deve pensar no design. É importante que o conjunto de seções siga um padrão, fazendo com o que o site tenha uma coerência visual.

Uma das formas mais fáceis de fazer isso é escolher uma paleta de cores que represente a sua marca, as fontes e tipografias que vai usar, o tamanho do texto, o fundo de cada bloco em cada página e quais imagens quer adicionar. Tudo isso faz parte do branding da sua empresa, fundamental para se conectar com o público.

Para configurar essa parte você deve entrar no editor Wix e selecionar o submenu “Design”. A partir daí, você pode fazer alterações no estilo e no tema do site, além modificar o texto e as imagens de forma simples graças ao sistema "drag and drop".

6. Adicione aplicativos e recursos

Dentro do painel de controle, o usuário pode acessar a seção Aplicativos para conferir diversas funcionalidades que vão maximizar seus resultados. Por exemplo, você pode adicionar aplicativos para que os próprios clientes possam acessar sua agenda e marcar reuniões com um de seus representantes de vendas. 

Outras opções bastante populares incluem ter uma seção de comentários nas postagens do blog, adicionar links e ícones para suas redes sociais, formulário de contato, ferramentas de e-commerce, entre outros. O objetivo é simples: oferecer um melhor atendimento ao cliente.

7. Otimize o SEO do seu site

Antes de publicar o seu site, é muito importante garantir que a página está otimizada para SEO (Search Engine Optimization), pois só assim os resultados podem aparecer nos primeiros lugares dos motores de busca. Lembre-se que 71% dos cliques se dão na primeira página e mais de 25% das pessoas clicam logo no primeiro resultado, então o objetivo é ficar o mais perto do topo possível.

Para fazer isso, o Wix oferece ferramentas de marketing na seção "Marketing e SEO" do seu painel de controle. Assim, você pode configurar seu sitemap, sua página robots.txt, fazer redirecionamentos de URL, adicionar meta tags e outras atividades que vão ajudar no seu posicionamento.

8. Otimize a versão mobile do seu site

Hoje em dia, o celular é o principal meio de acesso à internet no país: o aparelho é usado tanto na área rural, por 97,9% daqueles que acessam a internet, quanto nas cidades, por 98,1%. Logo, é fundamental ter sites responsivos – ou seja, que alteram seus layouts de acordo com o tamanho das telas que estão sendo exibidos, como as telas de celulares e tablets.

Para fazer isso, você deve entrar no seu editor Wix e selecionar o ícone de celular para ver como seu site é exibido em dispositivos móveis. Se tiver algo errado, aproveite para fazer ajustes que serão aplicados apenas nessa versão, e não no desktop. Também é importante revisar a estrutura de suas páginas e o design, além do tamanho do texto e das imagens, ordem dos blocos, etc.

9. Revise e publique seu site

Se o seu site está 100% configurado e desenhado, faça uma última revisão antes de publicar usando a funcionalidade de “pré-visualização”, pois mostra exatamente como vai ficar depois que for ao ar. Ao clicar em "Preview" dentro da versão mobile, o Wix gera um QR Code para que você veja como o site fica no formato mobile. 

Se depois de publicado, você perceber que precisa fazer alguma alteração, não se preocupe: é possível “despublicar”, corrigir o que está errado e republicar. 

Wix: vantagens e desvantagens

Os sites e lojas criados com Wix são completos, mas possuem limitações que podem prejudicar o desenvolvimento de negócios online. Aqui estão algumas vantagens e desvantagens desta plataforma:

Vantagens

  • Rápido, simples e intuitivo: sua interface é fácil de usar e intuitiva, com um sistema “drag and drop” que permite a criação do site em poucos passos, graças a sua rápida curva de aprendizado.
  • Tutoriais online e gratuitos: o próprio site possui tutoriais gratuitos em formato de vídeo para aprender a usar a ferramenta.
  • Amplo banco de imagens: o Wix possui mais de 40 galerias que reúnem imagens, ícones e elementos gráficos para serem utilizados livremente, sem precisar de direitos autorais. Além disso, conta com um editor próprio para modificar e melhorar as imagens e adaptá-las às necessidades do site que você está criando.
  • Integração com outras ferramentas: a plataforma se integra a aplicativos e serviços online para maximizar seu site e, consequentemente, seus negócios. Por exemplo, você pode integrar o aplicativo do Facebook para monitorar seu público ou conectá-lo à sua conta HubSpot para poder ter uma única estratégia de aquisição.
  • Planos de fundo animados: permite adicionar vídeos como plano de fundo, dando uma aparência muito mais profissional ao seu site.
  • Grande catálogo de templates: o Wix tem mais de 800 templates que podem servir como base para a criação do seu site. Eles são bem versáteis, funcionando para diversos objetivos, como site para notícias, e-commerce ou blog para atrair clientes.
  • Design responsivo: todos os modelos dentro do Wix são responsivos e permitem editar o layout para cada tipo dispositivo, garantido a exibição correta em desktop ou mobile. Por exemplo, se você quer que um formulário apareça primeiro no mobile e depois o texto, é possível alterar sem interferir na versão desktop, em que tudo fica no mesmo bloco.
  • Ferramentas de análise e otimização: a plataforma permite analisar as principais métricas do seu site, como tráfego, posicionamento nos motores de busca, entre outros. Também possui um assistente de SEO que recomenda estratégias com base nas suas palavras-chave para aproveitar ao máximo sua estratégia.

Desvantagens

  • Hospedagem compartilhada: a hospedagem está inclusa no pacote básico, mas lembre-se que ela é compartilhada. Isso significa que todos os recursos desse servidor são compartilhados com o restante dos sites que o Wix hospedou. Logo, pode causar problemas de velocidade de carregamento ou de segurança.
  • Problemas com dispositivos móveis: embora os modelos sejam compatíveis com dispositivos móveis, eles podem apresentar problemas de incompatibilidade. Em termos de design móvel, outras ferramentas de criação de sites que exigem conhecimento de programação ou código ainda são muito mais poderosas.
  • Anúncios na versão gratuita: Na versão gratuita, o Wix exibe anúncios dentro do site. Para desabilitar isso, é preciso pagar uma taxa mensal ou fazer o upgrade para um plano pago. 
  • Não é possível editar o código dos modelos: embora os modelos que o Wix oferece sejam muito completos, não é possível personalizá-los direto no código. Isso realmente pode ser um problema para especialistas, mas os templates são suficientes para aqueles usuários que não possuem conhecimento técnico. Se necessário, o Wix tem o Velo, uma plataforma de codificação que permite adicionar recursos personalizados usando o código JavaScript.
  • Não é possível migrar o conteúdo: Outra desvantagem dos modelos Wix é que o conteúdo gerado dentro da plataforma não pode ser migrado para outras ferramentas mais robustas. Por exemplo, se você tem seu site criado no Wix e posteriormente deseja profissionalizá-lo ainda mais, não consegue migrar para outras plataformas como Wordpress ou Shopify para poder fazer alterações no código. 

Como você pode ver, o Wix é uma ferramenta com diversas possibilidades para criar seu site e lançar seu negócio no ambiente online. Se você não é um especialista em programação, esta é uma das melhores opções para começar. Se você já experimentou, compartilhe sua experiência nos comentários. 

Nova call to action

Publicado em 6 de setembro de 2023.

Revisado e validado por Jalusa Lopes, Country Manager da InboundCycle Brasil

FAQ sobre Wix

  • Como funciona Wix gratuito?

    O Wix tem mais de 800 templates que podem servir como base para a criação do seu site. A plataforma também permite analisar as principais métricas do seu site, como tráfego, posicionamento nos motores de busca, entre outros. Também possui um assistente de SEO que recomenda estratégias com base nas suas palavras-chave para aproveitar ao máximo sua estratégia.

  • O que o Wix oferece?

    Todos os modelos que o Wix oferece são compatíveis com dispositivos móveis, ou seja: são sites responsivos. Ao mesmo tempo, permite editar o layout para cada tipo dispositivo, garantido a exibição correta em desktop ou mobile. Sua interface é fácil de usar e intuitiva, mas o site também oferece tutoriais gratuitos para quem tem dúvidas. 
  • Tem que pagar o Wix?

    O Wix possui um modelo de negócios Freemium, cuja estratégia baseia-se no fornecimento de um produto ou serviço gratuito para, depois, oferecer a versão paga por assinatura conforme a necessidade de utilizar recursos mais avançados. Isso significa que você pode acessar serviços e funcionalidades básicas no plano gratuito e, conforme tiver mais demandas, expandir suas opções com funcionalidades mais avançadas no serviço pago.

  • Qual a melhor plataforma para criar um site gratuito?

    O Wix foi pensado para que pessoas e empresas iniciantes pudessem criar seus próprios sites sem precisar de conhecimentos sobre design ou programação. Para isso, oferece um catálogo extenso de templates personalizáveis e outras funcionalidades para a construção de sites, blog ou loja online. Tudo isso em pouco tempo e com resultados de alta qualidade.
Ver más

Outros posts que podem te interessar...

Marketing digital | Análise do site Favicon: o que é, como criar e características
Por Ana Claudia Ferreira en
Marketing digital | Análise do site Amazon Ads: o que é, como funciona e por que utilizar
Por Ana Claudia Ferreira en
Marketing digital | Análise do site Comunidade virtual: o que é e como criar uma comunidade engajada
Por Susana Meijomil en
Marketing digital | Análise do site 10 tendências de design gráfico para 2024
Por Jordi Cuenca en

O que você acha? Deixe um comentário!