<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=81693&amp;fmt=gif">

O que é rebranding e como usá-lo para a imagem da sua marca

Qualquer negócio, seja online ou offline, precisa estar atualizado e atento ao que está acontecendo no mercado, adaptando-se dia após dia para não perder clientes. Nesse processo de reinvenção constante, entra em cena um termo muito popular nas estratégias de marketing: o rebranding.

O que é rebranding?

O rebranding é uma estratégia de marketing que consiste na mudança de nome ou marca, seja fazendo uma variação do original ou mudando completamente para um novo com o objetivo de melhorar o posicionamento da marca.

Isso implica não só na alteração do termo que definia sua marca, mas também alterações no logotipo, design, textos, tipografia, formas de trabalhar, etc.

Você gosta do que está lendo? Inscreva-se para receber os novos posts e notícias de marketing e vendas no seu e-mail

Quando o rebranding geralmente é feito?

Existem várias situações em que uma empresa pode optar por fazer um rebranding da marca, seja por motivos internos ou porque o público já não se identifica com ela. Assim, é interessante avaliar o rebranding nas seguintes ocasiões:

  • Quando a empresa está em fase de declínio: quando uma marca está em seu ponto inicial, ela tem um longo caminho a percorrer para se posicionar e crescer no mercado. No entanto, se sua empresa já está na fase de maturidade e você começa a ver um declínio, pode parar e reverter essa situação com o rebranding.
  • Quando o objetivo da empresa muda: as empresas estão sujeitas às mudanças da sociedade e precisam se atualizar constantemente para se adequar às novas tendências.
  • Quando o público não se identifica mais com a empresa: se a afinidade dos clientes com uma empresa diminui, é importante que a marca analise a situação e se adapte às suas novas necessidades.
  • Quando a empresa quer expandir: se uma empresa decide expandir seu mercado, ela terá que analisar alguns aspectos para atingir seu novo público, seja mudando sua imagem ou seus produtos. Por exemplo, a Kit Kat expandiu sua gama de produtos no Japão com opções adaptadas aos gostos deste país: saquê aromatizado, melão com queijo, etc.
  • Quando uma empresa quer eliminar sua má imagem: nesse caso, o rebranding deve ser acompanhado de uma mudança na estratégia de negócios para melhorar a reputação da empresa.
  • Quando a imagem da empresa é muito parecida com a da concorrência: quando uma empresa é muito parecida com outra devido ao uso de branding genérico, é importante trabalhar um posicionamento diferenciado para que o público a perceba como diferente sem perder a relevância em seu nicho de mercado.
  • Quando uma empresa se funde ou adquire outra: quando duas empresas se fundem, elas têm que trabalhar na mesma direção, por isso é importante que estejam incluídas na mesma identidade de marca.

Como usar o rebranding para sua marca?

Dar um giro de 180 graus na imagem da sua marca não é uma tarefa fácil e, claro, tem muitos fatores de risco. Você deve levar em conta que pode perder os objetivos alcançados e o esforço que terá que investir para fazer todas as mudanças. 

Para desenvolver estratégias de rebranding de forma eficaz, é importante primeiro estudar a situação atual. Faça as seguintes perguntas:

  • Sua marca está estagnada? Se está em pleno crescimento, pode não ser conveniente fazer uma mudança de imagem corporativa, pois irá enganar os clientes que já conquistou. Se você realmente está em um estágio sem avanço, iniciar uma estratégia de rebranding pode ser uma boa opção.
  • Você planejou bem sua estratégia e modelo de negócios? Se acredita que sim, talvez o que esteja falhando seja a marca, a visão que você está transmitindo ao público. Um bom rebranding da marca pode ser a única solução.

rebranding-que-es

Reflita e estude bem os dois pontos. Se você finalmente se convenceu de que precisa fazer isso, vou lhe dar uma série de dicas que serão úteis.

Dicas sobre rebranding

  • Estude sua concorrência: observe o design, a imagem e as fontes, bem como as estratégias que seguem para atrair clientes. Não copie, apenas observe para ter boas ideias e ver o que realmente está dando certo no seu setor.
  • Teste sem medo: experimente sem medo de errar. É a beleza do rebranding: experimentar todos os tipos de combinações até encontrar uma que realmente encante você.
  • Ouça seus clientes: eles, melhor do que ninguém, sabem o que querem e o que gostariam. Preste atenção aos seus pedidos, reclamações e desejos. 
  • Peça opinião: quanto mais pessoas derem sua opinião, mais pontos de vista você terá, o que o ajudará a decidir. Não cometa o erro de trabalhar sozinho ou com uma pequena equipe de pessoas.

Erros a evitar no rebranding

O rebranding deve ser acompanhado de uma análise prévia da situação global da empresa. Ou seja, você deve levar em consideração a situação atual da sua empresa e analisar, detalhadamente, as repercussões que ela terá.

Rebranding não é apenas uma reforma. Esta é uma mudança que também se deve traduzir numa nova abordagem de negócio para a empresa e que deve ser trabalhada a todos os níveis (desde a embalagem até a decoração).

Nova call to action

3 exemplos de rebranding

Apple

O caso da Apple é um exemplo clássico mas muito útil de rebranding para mostrar como a marca se adaptou ao longo do tempo, tanto através dos seus produtos como da sua imagem, para alcançar novos mercados e consolidar seu posicionamento no território tecnológico e da inovação.

rebranding-apple

Peugeot

Se a Apple evoluiu e modernizou sua imagem ao longo do tempo, a Peugeot optou por “voltar às origens” como estratégia de rebranding da marca em 2021. Ao longo da sua história, a marca francesa teve 11 logotipos diferentes e foi no ano passado, coincidindo com uma mudança na estratégia comercial, quando decidiu recuperar o design de 1960. Desta forma, a Peugeot distanciou-se das demais empresas que compõem o grupo Stellantis (Fiat, Jeep...) para se posicionar como uma marca premium.

rebranding-peugeot

Burger King

Passados ​​20 anos, o Burger King optou pelo rebranding com o objetivo de se posicionar como uma marca mais sustentável e transparente, apostando na “comida verdadeira e deliciosa” que coloca à disposição dos seus clientes. Essa mudança se dá não só no logotipo, mas também numa mudança de estratégia comercial (embalagem, menus, decoração, uniforme, entre outros). Essa estratégia de rebranding foi trabalhada tendo em conta duas perspetivas: por um lado, quis manter a tradição, recuperando o antigo logotipo que lhe confere um toque retrô; e, por outro lado, preparava-se para o mundo digital, onde hoje imperam a simplicidade e o minimalismo.

rebranding-burger-king

Exemplo de rebranding que não deu certo

Tropicana

Em 2009, a marca Tropicana lançou um novo design de embalagem para seu suco de laranja premium. Dois meses depois, decidiu recuperar o design anterior porque o rebranding prejudicou seu posicionamento. Enquanto o design da sua embalagem original comunicava de que se tratava de um produto natural, fresco e sem uso de diluentes por meio do uso da imagem de uma laranja com um canudo, a nova proposta de design se afastou de todos os conceitos que caracterizavam a marca, havendo a possibilidade de confundi-la com uma “marca branca”.

rebranding-tropicana

 

Resumindo, o rebranding é uma ótima forma de renovar sua marca e relançá-la como um foguete, mas ninguém disse que é um processo fácil, pois exige um estudo cuidadoso do seu público-alvo, do mercado e suas possibilidades e investimento de tempo e também dinheiro. E lembre-se, a execução de uma estratégia de rebranding envolve a análise da estratégia geral de negócios de uma empresa.

Você já fez rebranding? Planeja fazer? Compartilhe comigo sua experiência ou suas dúvidas na seção de comentários! Enquanto isso, continuarei trabalhando para oferecer a você os posts sobre os temas que mais lhe interessam!

Nova call to action

Publicado em 26 de junho de 2023

Revisado e validado por Jalusa Lopes, Country Manager da InboundCycle Brasil.

FAQ sobre rebranding

  • O que é rebranding?

    O rebranding é uma estratégia de marketing que consiste na mudança de nome ou marca, seja fazendo uma variação do original ou mudando completamente para um novo com o objetivo de melhorar o posicionamento da marca.

  • Para que serve um rebranding?

    Qualquer negócio, seja online ou offline, precisa estar atualizado e atento ao que está acontecendo no mercado, adaptando-se dia após dia às suas necessidades para não perder clientes. Nesse processo de reinvenção constante, entra em cena o rebranding.

  • Como fazer um rebranding?

    Para desenvolver estratégias de rebranding de forma eficaz, é importante primeiro estudar a situação atual. Isso ajudará você se fizer as seguintes perguntas:

    • Sua marca está estagnada?
    • Você planejou bem sua estratégia e modelo de negócios?
  • Quando devo fazer rebranding?

    É interessante avaliar o rebranding nas seguintes ocasiões:

    • Quando a empresa está em fase de declínio.
    • Quando o objetivo da empresa muda.
    • Quando o público não se identifica mais com a empresa.
    • Quando a empresa quer expandir.
    • Quando uma empresa quer eliminar sua má imagem.
    • Quando a imagem da empresa é muito parecida com a da concorrência.
    • Quando uma empresa se funde ou adquire outra.
Ver más

Outros posts que podem te interessar...

Inbound Sales O que é pós-venda? Estratégias e exemplos eficazes
Por Ana Claudia Ferreira en
Inbound Sales Como criar um plano de ação eficaz: guia completo com exemplos
Por Ana Claudia Ferreira en
Inbound Sales Forecast de vendas: tudo que você precisa saber e exemplos
Por Jalusa Lopes en
Inbound Sales 6 tendências de vendas para 2024
Por Patricia Bueno en

O que você acha? Deixe um comentário!