<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=81693&amp;fmt=gif">

Clickbait: o que é esta técnica e como utilizá-la corretamente

Existem dois termos que, se você tem navegado na internet ultimamente, com certeza já escutou com muita frequência: clickbait e fake news.

Algumas empresas como o Facebook têm se proposto a acabar com as fake news e têm dado sinais de que as empresas que empregam técnicas de clickbait poderão ser penalizadas. Diante disso, é preciso se perguntar: todos os tipos de clickbait são penalizáveis? A resposta é simples: não. Somente aqueles que redirecionam a notícias falsas.

Se você é daquelas pessoas que acha que o clickbait não é nada mais do que uma prática enganosa para atrair mais público, continue lendo. Ao longo deste post, vamos contar tudo sobre esta estratégia e lhe ensinaremos a usá-la a seu favor escapando do sensacionalismo e da manipulação. Vamos lá?

O que é clickbait e qual sua função?

O clickbait, click baiting ou “caça-cliques” consiste em trabalhar as possibilidades de conseguir um clique mediante determinadas ações.

Em outras palavras, a finalidade desta estratégia é alcançar o maior número de cliques possível a partir de uma série de ações (textos atrativos, imagens cativantes, etc.) que incentivem o público a visitar os links aos quais queremos direcioná-los.

Você gosta do que está lendo? Inscreva-se para receber os novos posts e notícias de marketing e vendas no seu e-mail

Conseguir mais cliques é sinônimo de ter um CTR (Click Through Rate) mais alto, e, portanto, de ampliar as possibilidades de que sua campanha alcance os objetivos. É por isso que esta prática pode ajudar a melhorar seus resultados em métricas como o volume de visitas ou a conversão de blog a site, entre outras.

Seu uso é recomendado, sobretudo, quando colocamos anúncios em circulação e precisamos que os usuários cliquem neles. Além disso, se você não é um grande fã de SEO e precisa de visualizações em seus posts, esta forma de redigir os títulos para conseguir cliques pode ser de grande ajuda. Por último, quando seu conteúdo é realmente bom e você sabe que não vai decepcionar os leitores, o uso do click baiting é mais que justificado para gerar esse hype no seu público.

Por outro lado, esta estratégia não deve ser empregada se o conteúdo final ao que você redireciona o público não é de qualidade ou não atende às expectativas geradas pelo título. Se for assim, a única coisa que você vai conseguir é que o público lhe enquadre na categoria das empresas que buscam o clique fácil com títulos pouco originais.

Com tudo o que acabamos de comentar, é normal que você continue com dúvidas ao avaliar a técnica de click baiting, embora em muitas ocasiões ela possa ser de grande ajuda. Isto também se deve à má reputação que cresceu em torno desta estratégia devido à sua aplicação incorreta e sua relação com uma série de más práticas. A seguir, um claro exemplo do mau uso desta técnica:

Geralmente, os títulos e imagens usados com esta finalidade são sensacionalistas, manipuladores ou enganosos, e costumam acabar derivando nas conhecidas fake news. Por isso, é fundamental trabalhar o clickbait de forma muito consciente.

Ao empregar esta técnica, deve-se levar em conta que, na mesma medida em que ela pode aumentar o número de visitas ou o CTR quando usada de forma correta, se for usada erroneamente também pode afetar outras métricas, como por exemplo a conversão e a reputação, duas variáveis muito importantes para o sucesso do seu negócio.

Para uma visão mais completa do uso do clickbait, listamos a seguir algumas das vantagens e desvantagens a considerar na hora de decidir usar ou não esta técnica.

Nova call to action

Vantagens de usar clickbait:

  • Ajuda a captar o interesse dos usuários e, assim, fazer com que cliquem no link desejado.

  • Ajuda a aumentar o tráfego no site.

  • Aumenta o CTR em anúncios.

  • Melhora o posicionamento orgânico do site.

Desvantagens de usar clickbait:

  • Se for usado de forma imprudente e a expectativa gerada no usuário ao ler o título não estiver alinhada com o conteúdo que ele vai encontrar, pode afetar a reputação da empresa. Por isso é fundamental prestar atenção na experiência do usuário e intenção de busca.
  • Se isto acontecer com muita frequência fará a empresa perder credibilidade frente aos usuários.
  • Ter muitas visitas não é sinônimo de reter o usuário no site. Se o título não for ajustado ao conteúdo, é possível que os usuários cliquem e abandonem a página praticamente sem ler o artigo, algo que vai penalizar o negócio. É fundamental se fixar nas expectativas que são geradas e assegurar que elas são bem atendidas com os conteúdos oferecidos.
  • Como comentamos, algumas empresas como o Facebook estão lutando contra as notícias falsas, portanto se sua empresa tiver essa prática, você perderá visibilidade nesta rede social.

É possível fazer clickbait corretamente?

Sim. Você pode usar esta técnica de maneira correta e sem ser penalizado. Para isso, você deve levar em conta as seguintes dicas:

Antes de começar a escrever um bom título ou anúncio, a primeira coisa é pensar no que você vai anunciar ou que conteúdo você vai oferecer. Se seu conteúdo interessa a buyer persona, será muito mais fácil escrever um título que chame sua atenção e incentive seu clique. É por isso que o primeiro passo para conseguir mais cliques é criar conteúdo adequado e personalizado.

Para isso, é fundamental realizar um estudo do seu público-alvo, entender suas necessidades e saber que tipo de conteúdo é do seu interesse.

Ainda que você consiga criar um título atrativo e irresistível ao clique, se o conteúdo final não estiver à altura do título, for falso (fake news) ou de má qualidade, acabará repercutindo negativamente em aspectos como a conversão ou a reputação.

É por isso que, para trabalhar com click baiting de forma correta, você deve ter o conteúdo correto para direcionar seu tráfego  e criar um título coerente

Como fazer um bom clickbait: recomendações e exemplos práticos

A primeira coisa que recomendamos para desenhar uma estratégia de clickbait efetiva é prestar atenção na buyer persona de seu conteúdo. Isto não só permitirá a você se aproximar de seu público utilizando uma linguagem parecida com a dele, mas também lhe ajudará - caso necessário - com a segmentação de campanhas nas distintas plataformas ou redes sociais.

Com o público-alvo em mente, você pode prosseguir para a redação do título perfeito. Para isso recomendamos que você recorra às seguintes práticas que apresentamos a seguir:

  • Utilize perguntas para que quem leia o título sinta a necessidade de respondê-las acessando o seu conteúdo. Sem sombra de dúvidas, este é um dos melhores truques.

O que é bitcoin? Tudo que você precisa saber

  • Utilize verbos no modo imperativo para apelar diretamente à pessoa que está lendo e fazer com que realize a ação desejada. Esta técnica é muito útil para indicar de maneira sutil ao leitor o que você espera que ele faça.

Exemplo de entrevista de emprego: faça o teste e descubra se você seria aprovado!

  • Inclua dados ou listas numeradas. Trata-se de uma prática muito comum na estratégia de clickbait e, se for utilizada corretamente, pode oferecer bons resultados.

Os 10 melhores destinos para conhecer no Brasil

  • Fale de forma clara e concisa (entre 40 e 80 caracteres) para que seu público possa acessar a ideia central à primeira vista e saiba o que pode ser encontrado no post.

Saiba como registrar sua marca e entenda a importância do processo

  • Ofereça uma solução ao problema do seu público. Essa é provavelmente uma das técnicas mais comuns, mas também mais eficazes. Para isso você deve ter muito claros os problemas da sua buyer persona e oferecer uma solução para eles.

Absenteísmo no trabalho: torne sua empresa mais produtiva

  • Promova uma aura de mistério e suspense para que o público sinta a necessidade de descobrir o que se esconde no artigo que você está promovendo.

8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa

  • Use emojis. O uso desta ferramenta tem aumentado tanto nos últimos anos que já não concebemos a comunicação digital sem que eles apareçam de vez em quando. Mas atenção: se você optar pelo uso de emojis, lembre que eles são apenas um apoio visual e não devem ocupar a maior parte da mensagem. Além disso, você deve avaliar como eles funcionam com seu público.

    Emojis: Como inserí-los no assunto de E-mail Marketing?

  • Apele às emoções do público-alvo para não passar despercebido. Mas lembre que é importante evitar cair no sensacionalismo, algo perigoso quando apelamos para as emoções. Neste ponto o ideal é apelar para emoções positivas para conseguir um maior interesse.

    Como cães de terapia fazem a diferença na vida de outras pessoas

Finalmente, sempre que você tiver dúvidas na criação de títulos, recomendamos rodar um teste A/B para descobrir com quais conteúdos e títulos o seu público-alvo interage melhor. Isto será de grande ajuda para campanhas futuras.

E lembre-se: você sempre deve ter em mente o conteúdo oferecido. Se ele estiver alinhado com os interesses do seu público-alvo, será muito mais fácil escrever um texto âncora que lhe instigue ao clique.

Nueva llamada a la acción

Práticas a serem evitadas na hora de criar clickbaits

Já explicamos o que você deve fazer para criar um bom clickbait para gerar mais cliques, mas o que não se deve fazer?

A primeira coisa a considerar é que um título atrativo e que incentiva ao clique não é sinônimo de criar títulos falsos, sensacionalistas ou manipuladores. Lembre sempre que criar este tipo de “gancho” repercutirá de forma negativa na imagem da marca e, além disso, pode ser penalizado pelos buscadores (como o Google) e algumas redes sociais (como o Facebook). Para isto, evite:

  • Empregar uma linguagem agressiva.
  • Não alinhar o título ao conteúdo.
  • Não pensar na sua buyer persona.
  • Pensar somente em conseguir muitas visitas e não em sua retenção.

Além disso, considerando a imagem ruim que se atribui a esta prática, e que costuma apresentar uma redação mais incisiva que a habitual, recomendamos não fazer uso excessivo desta estratégia: tudo na medida certa! Embora seja sempre importante apresentar títulos atrativos e que despertem interesse, você deve buscar um equilíbrio para não afugentar os leitores e as leitoras.

Resumindo, apesar do seu histórico estar vinculado com uma grande quantidade de exemplos de más práticas, é possível praticar o clickbait com fins benéficos. Além disso, essa técnica pode se tornar uma estratégia importante para o SEO do seu projeto, beneficiando algumas métricas como a taxa de cliques.

Para isso, é fundamental assegurar-se de ter um conteúdo interessante e que o título criado para promovê-lo esteja de acordo com a informação que este proporciona.

Ficou animado(a) para dar uma segunda chance ao clickbait? Estamos certos de que seu uso controlado lhe ajudará em muitos sentidos.

Nova call to action

Publicado em 25 de setembro de 2023.

Revisado e validado por Jalusa Lopes, Country Manager da InboundCycle Brasil

FAQ sobre clickbait

  • Qual é o significado de clickbait?

    O clickbait, click baiting ou “caça-cliques” consiste em trabalhar as possibilidades de conseguir um clique mediante determinadas ações.

  • Qual o objetivo do clickbait?

    A finalidade desta estratégia é alcançar o maior número de cliques em uma publicação, a partir de uma série de ações (textos atrativos, imagens cativantes, etc.) que incentivem o público a visitar os links aos quais queremos direcioná-los.

    Conseguir mais cliques é sinônimo de ter um CTR (Click Through Rate) mais alto, e, portanto, de ampliar as possibilidades de que sua campanha alcance seus objetivos.

  • Como fazer um bom clickbait?

    A primeira coisa que recomendamos para desenhar uma estratégia de clickbait efetiva é entender o leitor de seu conteúdo. Com o público-alvo em mente, você pode prosseguir para a redação do título perfeito:

    • Utilize perguntas.
    • Utilize verbos no modo imperativo.
    • Inclua dados ou listas numeradas.
    • Fale de forma clara e concisa (entre 40 e 80 caracteres)
    • Ofereça uma solução ao problema do seu público.
    • Promova uma aura de mistério e suspense.
    •  Use emojis.
    • Apele às emoções do público-alvo.
Ver más

Outros posts que podem te interessar...

Atração de tráfego Google SGE (Search Generative Experience): o que é e como funciona?
Por Ana Claudia Ferreira en
Atração de tráfego Como criar campanhas de link building: guia completo
Por Jalusa Lopes en
Atração de tráfego Pesquisa por voz ou Voice Search: o que é, características e SEO
Por Victor Canelada en
Atração de tráfego Reputação digital: o que é, sua importância e como cuidar dela
Por Susana Meijomil en

O que você acha? Deixe um comentário!