<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=81693&amp;fmt=gif">

Bounce rate: o que é e como reduzir a taxa de rejeição do e-mail?

Analisar campanhas de e-mail marketing é fundamental na estratégia de marketing. Alguns aspectos devem ser monitorados para que esse canal de comunicação direta com os contatos do seu banco de dados seja eficaz. O bounce rate (taxa de rejeição), por exemplo, é um parâmetro que você deve sempre revisar em suas campanhas.

Por que é tão importante e qual a porcentagem do bounce rate recomendada nas campanhas de e-mail? Explico tudo neste post e proponho algumas soluções para melhorá-lo. Vamos lá!

O que é bounce rate no e-mail marketing?

O bounce rate ou ou taxa de rejeição é um parâmetro que indica a porcentagem de e-mails que não foram recebidos pelos seus contatos. Ou seja, quando um e-mail é rejeitado pelo servidor do e-mail do destinatário, ele é considerado 'bounce'.

Você gosta do que está lendo? Inscreva-se para receber os novos posts e notícias de marketing e vendas no seu e-mail

Tipos de 'bounces' ou rejeições

A primeira coisa que você precisa saber é que existem dois tipos de bounces:

1. Hard bounces

Há uma razão permanente pela qual o e-mail não pode ser entregue. A causa desse fenômeno geralmente está relacionada a fatores como:

  • Destinatário do e-mail inexistente.
  • Domínio inexistente.
  • O servidor do e-mail do destinatário bloqueou o recebimento.

2. Soft bounces

Refere-se a uma causa temporária pela qual o e-mail não pode ser entregue. Isso pode acontecer se:

  • A caixa de entrada do e-mail está cheia.
  • O servidor de e-mail do destinatário está temporariamente fora do ar ou offline.
  • A mensagem do e-mail é muito longa.

Há também outras razões pelas quais os endereços de e-mails são rejeitados:

  • Negado por Firewall ou filtro. Se o seu e-mail foi bloqueado, um filtro do spam pode ter interceptado seu e-mail como se o conteúdo fosse spam. Os filtros do spam podem estar no computador do destinatário ou no firewall do e-mail da empresa, no ISP/Datacenter ou em ambos.
  • Filtros do spam. Vários critérios são usados para julgar e-mails. Cada fator é valorizado e somado para atribuir uma pontuação de spam, que determina se a campanha passa ou não no filtro. Como cada servidor atribui diferentes fatores e pontuações, pode acontecer que um e-mail passe por um filtro e outros não.

Todos esses fatores, embora aparentemente independentes das suas ações de marketing, têm um impacto direto no seu negócio. Então é recomendado que você comece a levar em conta o bounce rate, se ainda não o faz.

Mas ainda há algumas coisas que você deve saber sobre a taxa de rejeição no e-mail marketing antes de tomar medidas para reduzi-la... Vamos analisá-las!

Por que o bounce rate é tão importante em campanhas de e-mail?

O bounce rate, além de indicar um possível problema no recebimento dos e-mails da sua campanha, é um bom indicador para saber se o seu público gosta das informações que você envia. Por isso é tão importante monitorar constantemente essa e outras métricas.

Se você registrar uma alta taxa de rejeição, o problema básico pode ser que o destinatário dos seus e-mails não goste do que recebe e decida filtrar os e-mails de sua empresa como lixo ou spam.

Você provavelmente está se perguntando se a taxa de rejeição das suas campanhas é boa. Mais adiante você vai ver como interpretar os valores do bounce rate no e-mail marketing e tomar medidas para mantê-lo em um nível saudável para o seu negócio.

Qual bounce rate é recomendado?

A taxa de rejeição ideal em suas campanhas deve ser mantida abaixo de 2%. Provavelmente você também já leu essa porcentagem em outros artigos, já que essa é a escala usada para medir a reputação do remetente do e-mail.

Na verdade, provedores de acesso à Internet ou ISPs (empresas que oferecem conexão ADSL e cabo) usam o bounce rate para determinar se a empresa ou pessoa que envia e-mails é confiável.

Em outras palavras, se sua taxa de rejeição for muito alta, eles podem considerá-lo um spammer e enviar todos os seus e-mails diretamente para o spam.
Por esse motivo, você deve ficar de olho nessa métrica e ter uma taxa muito baixa.

Muitos dos fatores da taxa de rejeição dependem de variáveis que você não pode controlar, mas existem várias soluções que ajudam a reduzir essa métrica.
Aqui estão algumas soluções que aplicamos na InboundCycle. Anote!

Nueva llamada a la acción

Como reduzir o bounce rate dos seus e-mails?

Existem diferentes ações que ajudam a reduzir a taxa de rejeição e você pode aplicar as que mais condizem com o foco da sua estratégia.

Manutenção constante do banco de dados

Em primeiro lugar, recomendo que você siga estas orientações para evitar o fenômeno de rejeição:

  1. Defina uma frequência de impacto constante. Não deixe de impactar os contatos do seu banco de dados. Por exemplo, se você fizer 4 e-mails por mês, o ideal é distribuir 1 por semana e não enviar todos seguidos.
  2. Inclua a opção de unsubscribe e personalização de que tipo de comunicação você deseja cancelar.
    bounce rate - 1
  3. Utilize conteúdo relevante para evitar ser considerado spam. É sempre melhor qualidade do que quantidade! O objetivo é otimizar bem as comunicações e impactar contatos que realmente possam ter interesse.
  4. Mantenha a lista de contatos atualizada regularmente. E isso inclui a remoção de contatos hard bounce das listas. Defina uma data de revisão mensal da sua base de dados, principalmente se você tiver um grande volume de contatos.
  5. Verifique como impactar “dormant subscribers” que não interagem com as suas comunicações. Analise se eles possuem algumas características em comum ou interesses que não estão alinhados com a sua comunicação. Tente adaptar a sua comunicação para que eles voltem a interagir com você.

Ações de e-mail

O conteúdo das suas mensagens é fundamental para evitar altas taxas de rejeição. Você concorda, certo?

Aqui estão algumas soluções para melhorar sua estratégia e reduzir o bounce rate:

  1. Use um nome de remetente conhecido.
    bounce rate - 2
  2. Utilize um nome de pessoa como reVmetente do e-mail.Ex: claudia@inboundcycle.com em vez de contato@inboundcycle.com
  3. Sempre teste os e-mails antes de enviar.bounce rate - 3
  4. Assunto do e-mail: não use letras maiúsculas, não use pontos de exclamação, use uma pergunta para incentivar o clique, evite palavras como “grátis”, “promoção”, etc. Também não recomendo gerar falsas expectativas e convido você a ser realista com o conteúdo que oferece no e-mail.
    bounce rate - 4
  5. Preste atenção ao conteúdo do e-mail (não seja muito longo).bounce rate - 5
  6. Evite incluir rich media content (vídeos, flash, etc.) e aposte em uma foto (uma imagem) com um link.
  7. Inclua os documentos PDF como um link.bounce rate - 6
  8. Evite incluir muitas imagens. Isso pode aumentar o tempo de carregamento e afetar a entrega do e-mail.
  9. Torne a opção de unsubscribe (cancelamento) visível.

    bounce rate - 7
  10. Ofereça opções de html e texto simples no e-mail.

O bounce rate é um dos parâmetros que oferece informação sobre a sua estratégia de e-mail marketing. Por isso é importante monitorá-lo e implementar as ações necessárias para que seu percentual seja o menor possível.

Resumindo, o que fazer então? Manter a base de dados atualizada e seguir algumas regras na hora de preparar o conteúdo das suas campanhas de e-mail marketing são ações decisivas para que seus e-mails não sejam classificados como spam. E, principalmente, que seus e-mails impactem seus contatos.

Você leva em conta o bounce rate nas suas campanhas? Quais ações você está realizando para que suas campanhas gerem impacto? Compartilhe sua experiência nos comentários!

Nova call to action

Publicado em 21 de junho de 2023.

Revisado e validado por Jalusa Lopes, Country Manager da InboundCycle Brasil.

FAQ sobre Bounce rate

  • O que é um bom bounce rate?

    A taxa de rejeição ideal em suas campanhas deve ser mantida abaixo de 2%. Provavelmente você também já leu essa porcentagem em outros artigos, já que essa é a escala usada para medir a reputação do remetente do e-mail.
Ver más

Outros posts que podem te interessar...

Marketing digital Favicon: o que é, como criar e características
Por Ana Claudia Ferreira en
Marketing digital Amazon Ads: o que é, como funciona e por que utilizar
Por Ana Claudia Ferreira en
Marketing digital Comunidade virtual: o que é e como criar uma comunidade engajada
Por Susana Meijomil en
Marketing digital 10 tendências de design gráfico para 2024
Por Jordi Cuenca en

O que você acha? Deixe um comentário!