<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=81693&amp;fmt=gif">

Como fazer remarketing no Facebook e conseguir os melhores resultados

CTA- post-vertical-Desktop-Tiny

Você acha que é coincidência que aquele suéter que você viu na internet e ainda não decidiu comprar está te perseguindo? Não é por acaso, trata-se do remarketing, uma técnica de marketing online que tenho certeza que quase todos nós já fomos “vítimas”.

Remarketing é uma estratégia altamente recomendada para colocar em prática devido à sua grande eficácia. Embora possa ser usada em muitas plataformas, como Google Ads ou Twitter, neste post vou explicar todos os benefícios e segredos do remarketing no Facebook. Por quê? Porque o Facebook Ads é uma ótima fonte para atrair tráfego e capturar leads para sua empresa. Além disso, a experiência nos mostrou que essa ferramenta é essencial para agilizar os resultados de inbound marketing, principalmente no início do projeto.

O que é remarketing e quais são seus benefícios?

O remarketing é uma técnica de marketing online que permite exibir anúncios adaptados ou personalizados para os usuários que interagiram anteriormente com seu site, com o objetivo de obter um melhor ROI (retorno do investimento) das campanhas publicitárias.

O principal uso do remarketing é alcançar aqueles usuários que visitaram uma loja online ou qualquer outro site e não concluíram o processo de compra ou conversão. Em outras palavras, é a técnica que permite continuar interagindo com os usuários que não converteram na primeira visita (cerca de 98-99%, na maioria dos casos). Dessa forma, é possível lembrar e oferecer ao potencial cliente o produto ou serviço pelo qual ele se interessou em algum momento.

A experiência mostra que o remarketing é uma solução muito eficaz para reengajar potenciais clientes que demonstraram interesse em sua marca por meio de um método simples e direto: lembrando-os repetidamente de que o produto/serviço que você oferece pode ser útil para eles.

É uma técnica de marketing que tenta compensar uma importante desvantagem das compras online: são poucos os usuários que realizam uma compra na primeira vez que entram num site ou numa loja online, normalmente é necessário duas ou mais visitas antes de confirmar a transação.

Na prática, é assim que essa técnica funciona:

  • Um pequeno código é colocado no site (este código é chamado de "pixel"), que é indetectável pelo usuário e não afeta o funcionamento da página.
  • Quando um usuário visita o site, este código coloca um pequeno arquivo (cookie) em seu computador.
  • Posteriormente, quando o usuário com o cookie visita outro site, este cookie informa ao provedor quando mostrar os anúncios de retargeting, certificando-se de que eles sejam exibidos apenas para pessoas que já visitaram o site.

A partir do lançamento do iOS 14 da Apple, se o usuário não permitir que o Facebook rastreie sua atividade por meio de outras empresas, aplicativos e sites, o pixel não será útil e será necessário recorrer a outros métodos, como a API de conversões. Você pode ler mais informações neste artigo.

Vantagens do remarketing no Facebook Ads

Estes são os principais benefícios de usar campanhas de remarketing no Facebook. E não são poucos!

1. Vender mais

Não importa quão perfeito seja o anúncio, as imagens que utiliza ou a estratégia de lançamento. Se você não segmentar o público com maior probabilidade de compra, não terá sucesso. Com o remarketing você interage com pessoas que já conhecem a sua empresa, então a chance de elas engajarem em suas campanhas é maior: comprar o produto, baixar conteúdo, etc. De fato, estima-se que os anúncios de remarketing no Facebook obtenham três vezes mais engajamento do que os anúncios regulares.

2. Criar anúncios mais relevantes para o usuário durante a jornada do cliente

Você pode personalizar o conteúdo e a mensagem das campanhas dependendo do estágio em que o usuário se encontra. Por exemplo, se o cliente em potencial abandonou o carrinho de compras, você pode mostrar a ele um anúncio com descontos nos produtos que ficaram lá para terminar de convencê-lo a comprar.

3. Captar público de outros canais que não converteram

Se você tiver informações coletadas anteriormente dos seus potenciais clientes em um CRM (Gestão de relacionamento com o cliente), você pode criar audiências personalizadas e alcançá-los no Facebook com seus anúncios.

O que você precisa para fazer remarketing no Facebook?

1. Crie uma página no Facebook

É essencial ter uma página da empresa. Você não pode fazer nada no Facebook Ads sem ela, pois todos os anúncios devem estar vinculados a uma.

Se você não tem muita ideia de como criar sua página, recomendo nosso tutorial de 5 passos.

2. Configure o gerenciador de anúncios

Para organizar e gerenciar suas campanhas em um só lugar, você precisa criar uma conta no Business Manager. Siga os passos abaixo:

  1. Vá para o Gerenciador de Negócios.
  2. Clique no botão "Criar conta" no canto superior direito.
  3. Digite seu nome e confirme sua identidade usando seu login do perfil pessoal do Facebook.
  4. Preencha as informações necessárias para criar sua conta: nome da empresa, seu nome e seu e-mail.

 

3. Instale o pixel no site

Se você deseja redirecionar os visitantes do seu site, é essencial que você instale o código do pixel. Esta página - Como configurar e instalar o pixel da Meta - mostra como configurar este código passo a passo. No geral, funciona assim:

  • Inclua o código genérico do pixel em seu site: instale-o em todas as páginas em que deseja que o pixel colete dados.
  • Instale os códigos de evento padrão: este código representa uma ação que pode ocorrer em seu site (fazer uma compra, preencher o cadastro de um formulário, etc.), então você só precisa adicioná-lo nas páginas em que está interessado em medir essa ação.

Caso você tenha um app e queira segmentar novamente as pessoas que interagiram com ele, além de medir as ações realizadas pelos usuários que o utilizam, pode ser interessante instalar o SDK do Facebook.

4. Crie um público personalizado

A próxima etapa é determinar quais pessoas você deseja alcançar com sua campanha de remarketing. Você pode criar públicos personalizados a partir de uma lista com dados de seus potenciais clientes ou com os dados do pixel da Meta. Vamos ver os dois casos:

A) Crie um público personalizado para os visitantes do seu site

  1. No seu Gerenciador de Anúncios, vá para a seção "Públicos", clique em "Criar
    Público" e escolha "Público Personalizado".
  2. Selecione a opção “Tráfego do Site”.
  3. Escolha as regras que vão acionar suas campanhas de remarketing com base nas páginas visitadas. Você pode combinar as regras inclusivas e exclusivas para um total de 5 regras.
  4. Dê um nome ao seu público.

O mais complicado nesse processo é a terceira etapa, pois requer certo conhecimento para responder estas duas perguntas: qual URL escolher e qual horário escolher? Estas são as minhas recomendações:

  • Se você escolher a opção “todos os visitantes do site”, não use home como URL. Priorize colocar o código do pixel em locais onde os compradores em potencial entram, como as páginas de produtos ou serviços ou a landing page que você criou para uma campanha do Google Ads.
  • Adicione URLs específicas das páginas nas quais você deseja fazer campanhas de remarketing e exclua as URLs das páginas onde a conversão é gerada → não queremos segmentar aqueles que já converteram. Por exemplo:
Remarketing no Facebook _ Criar um público personalizado do site
  • Escolha o período de tempo de acordo com o seu produto: o período de tempo que você seleciona pode ser qualquer data entre 1 e 180 dias. Quanto menor o período, menor o tamanho do público-alvo, mas, às vezes, mais relevante. Para determinar isso, pergunte-se: quanto tempo meus clientes em potencial levam para pensar se devem ou não comprar algo? Vender um par de tênis não é o mesmo que vender um computador de R$6.000. Quanto mais tempo demorar a decisão da compra, mais tempo você precisará manter os dados do seu público personalizado.
  • Aumente o período de tempo se você tiver poucas visitas: para sites pequenos é comum aumentar o período de tempo em que os dados são salvos para criar uma boa audiência. Deixe o pixel coletar pelo menos 100 visualizações para iniciar o remarketing.
  • Outra ideia para um site que não tem tráfego suficiente é criar campanhas complementares para captar tráfego com base em interesses; ou campanhas que, em vez de visitas ao site, recebam visitas a um vídeo na sua página do Facebook. Dessa forma, você atrai um público familiarizado com a marca e que pode engajar com o retargeting. E você pode obter uma lista com um registro relevante de visitas.

B) Criar um público personalizado a partir de uma lista

Isto é o que você precisa fazer, passo a passo:

  1. No seu Gerenciador de Anúncios, vá para a seção "Públicos", clique em "Criar público" e escolha "Público personalizado".
  2. Selecione a opção “Lista de clientes”.
  3. Especifique se sua lista inclui ou não uma coluna para o valor do cliente.
  4. Adicione a lista que deseja e dê a ela um nome.
    Remarketing no Facebook _ Escolha uma origem de Público Personalizado
  5. Revise a lista e confirme se você selecionou os identificadores a serem incluídos. Verifique se não há erros a serem corrigidos. Se tudo estiver correto, clique no botão “Carregar e criar”.
  6. Quando estiver pronto, você pode gerar um anúncio direto ou criar um público semelhante para encontrar pessoas que se comportam de maneira similar aos contatos da sua lista. Esta última opção pode lhe interessar muito se sua lista de banco de dados não for muito grande. Dessa forma, você pode expandir o alcance de seus anúncios.
CTA- post-vertical-Desktop-Tiny

5. Crie um anúncio de remarketing

O ideal é deixar passar algumas horas ou dias, dependendo das visitas que seu site receba, para que o pixel colete uma quantidade considerável de dados. Se o público for muito pequeno, o Meta nem vai deixar você anunciar. Quando você perceber que o público é grande o suficiente (você pode vê-lo na guia "Públicos"), crie uma nova campanha seguindo estas etapas:

  1. Clique em "Criar anúncio" no Facebook Ads.
  2. Na seção “Conjunto de anúncios”, vá em “Público”, e escolha o público personalizado que você criou anteriormente, seja com uma lista ou com os visitantes do seu site.
  3. Crie diferentes versões do anúncio com fotos e textos direcionados aos visitantes que saíram do seu site, adicione um orçamento e crie o anúncio. Você pode ativar a opção “Conteúdo dinâmico” ao configurar seu conjunto de anúncios para que o Facebook combine automaticamente as imagens, textos ou títulos mais adequados para alcançar seu público.

Lembre-se de que o texto e as imagens devem ser direcionados a pessoas que já o conhecem. Não repita a mesma publicidade que você fez para o público geral tentando convencer os indecisos que saíram do seu site.

Táticas para usar e complementar com sua estratégia de inbound marketing

1. Remarketing para leitores de blog ou post específico

Um dos principais objetivos da estratégia de inbound marketing é converter leads frios em quentes. O remarketing pode ser o aliado perfeito para conseguir isso, pois permite recapturar a atenção dos seus leitores e convertê-los em assinantes.

Para garantir a atenção dos leitores que ainda não se inscreveram, você pode oferecer um lead magnet (por exemplo, um e-book gratuito), e também promover suas postagens orgânicas nas quais identificou uma taxa de conversão mais alta.

Como configurar a segmentação com sucesso? Apresento dois casos:

  1. Caso 1 → Se você tem uma página específica para onde direciona os usuários assim que eles se inscrevem (Thank You Page), crie um público personalizado para os visitantes do seu site, selecionando a opção “Pessoas que visitaram páginas específicas” e depois:
    1. Adicione a URL do seu blog, de um post ou da categoria específica.
    2. Exclua a URL que permite identificar seus assinantes para garantir que você não os afete novamente.
Remarketing no Facebook _ Incluir PessoasRemarketing no Facebook _ Excluir Pessoas
  1. Caso 2 → Em seu CRM, crie uma lista onde você pode reunir todos os seus assinantes. Baixe a sua lista com um arquivo de formato csv e crie um público personalizado a partir dele. Coloque o nome de "Assinantes do blog" para tê-lo bem identificado. Em seguida, crie outro público personalizado para os visitantes do seu site e adicione a URL do blog, do post ou categoria e nomeie como “Visitantes do blog” ou “Visitantes do post “nome do post”. Ao criar seu anúncio, certifique-se de adicionar o público “Visitantes do blog” e excluir o público “Assinantes do blog”. Suscriptores blog por listas

Nesse caso, você terá que atualizar a lista de assinantes manualmente, mas você pode contar com a ajuda de ferramentas que fazem essa atualização automática como Zapier, HubSpot ou AdEspresso.

2. Remarketing para assinantes

Uma vez que você dedica tempo e esforço para converter visitantes em assinantes, o que interessa é que eles se tornem clientes. Para isso, você pode criar campanhas de remarketing voltadas para as pessoas que já conhecem a sua empresa, mas que ainda não decidiram contratar seus serviços ou comprar seu produto. E como fazer? A partir de uma lista com público personalizado.

Baixe a lista do seu CRM com os assinantes que abrem seus e-mails e interagem com seu conteúdo, mas que ainda não se tornaram clientes, e mostre anúncios com descontos ou ofertas irresistíveis para finalmente convencê-los a comprarem seu produto.

3. Remarketing para pessoas que abandonaram o carrinho de compras

Se você tem um e-commerce com certeza já se deparou com carrinhos abandonados, pois são muitos os motivos que podem fazer alguém entrar na sua loja, encher o carrinho e sair do processo de compra na metade. Nessa situação, o remarketing pode ser seu grande aliado para alcançar esses usuários e oferecer algum incentivo para que eles finalmente decidam concluir a compra. Você pode utilizá-lo através de 2 técnicas:

  • Lembrar que eles estão no meio da compra → mostre o item ou itens que eles abandonaram no carrinho:
    • Para isso, você terá que usar anúncios dinâmicos. Você precisará ter um catálogo para usar esse tipo de anúncio. Se você ainda não tem um, pode aprender a criar um neste artigo do Facebook.
    • Crie uma campanha com o objetivo “Vendas por catálogo” e ao selecionar o público, escolha a opção “Exibir anúncios para quem interagiu com meus produtos dentro e fora do Facebook” e, em seguida, escolha a opção “Artigo visualizado ou adicionado ao carrinho, mas não comprado”. Especifique o número de dias que você deseja que tenham decorrido desde que o carrinho foi abandonado. Recomendo colocar uma janela de 3 a 5 dias no máximo:

Audiencia remarketing Facebook venta catálogo productos

  • Ofereça um desconto ou bônus limitado
    • Se depois de 24 horas os clientes não finalizaram o pedido, tente gerar urgência e incentive a compra através de um código de desconto limitado.
      Crie um público personalizado para o site e adicione visitantes da URL da página de checkout do último dia. E exclua a URL da página de agradecimento da compra do último dia.
    • Se você tem um catálogo no Facebook, recomendo usar o objetivo da campanha “Vendas por catálogo” e ativar a opção “Oferta”. Nesse caso, você pode configurar o público da mesma forma que na tática “Lembrar que eles estão no meio da compra."

4. Remarketing para pessoas que já compraram

Se você tem mais de um produto ou serviço disponível, por que não investir em fazer o mesmo usuário comprar de você novamente oferecendo um de seus outros produtos ou serviços? Como esses usuários já o conhecem, com certeza essa técnica será muito mais eficaz do que outra campanha direcionada a alguém que não sabe quem você é.

Ejemplo anuncio dinámico catálogoAqui sugerimos duas opções para configurar a audiência do seu anúncio:

  • Se você não possui um catálogo no Facebook, crie um público personalizado do seu site e adicione a URL da página de agradecimento da compra.
  • Se você tem um catálogo no Facebook, crie uma campanha com o objetivo de “Vendas por Catálogo” com um público voltado para pessoas que interagiram com seus produtos dentro e fora do Facebook. Neste caso, você pode estar interessado em selecionar uma destas opções:
    • Produtos de venda cruzada: são usados ​​para realizar promoções de cross-selling.
    • Combinação personalizada: permite segmentar todas as pessoas que compraram um produto específico ou qualquer um dos produtos que você tem em seu catálogo.

Combinación personalizada comrpa

Pronto para criar sua campanha de remarketing?

Agora é sua vez. Entre no Meta Business Suite, crie sua campanha de remarketing e comece a ver os benefícios desta estratégia.

Apenas uma pequena porcentagem de pessoas que acessam um site pela primeira vez acaba convertendo, então aproveite a oportunidade oferecida pelas campanhas de remarketing no Facebook Ads e beneficie-se de uma maior taxa de conversão e ROI de suas campanhas publicitárias.

Se você tiver alguma dúvida ou sugestão, deixe na seção de comentários. Eu vou ficar feliz em ajudá-lo!CTA - Post - Vertical- Desktop

Publicado em 05 de agosto de 2022.

Revisado e validado por Jalusa Lopes, Country Manager da InboundCycle Brasil.

Fontes

  1. Facebook - Cómo el lanzamiento de iOS 14 de Apple podría afectar tus anuncios e informes

FAQ sobre Remarketing no Facebook

  • O que é remarketing no Facebook?

    O remarketing é uma técnica de marketing online que permite exibir anúncios adaptados ou personalizados para os usuários que interagiram anteriormente com seu site, com o objetivo de obter um melhor ROI (retorno do investimento) das campanhas publicitárias.

  • Como fazer remarketing no Facebook?

    Através do Facebook Ads, que é uma ótima fonte para atrair tráfego e capturar leads para sua empresa. Além disso, a experiência nos mostrou que essa ferramenta é essencial para agilizar os resultados de inbound marketing, principalmente no início do projeto.
  • Quando fazer remarketing?

    O remarketing pode ser o aliado perfeito para  converter leads frios em quentes. Chamar a atenção dos leitores que ainda não se inscreveram. 

    Quando num e-commerce os carrinhos são abandonados, o remarketing é um grande aliado para alcançar esses usuários e oferecer algum incentivo para que eles finalmente decidam concluir a compra.

    E, para pessoas que já compraram, sugerimos duas opções para configurar a audiência do seu anúncio:

     

    • Se você não possui um catálogo no Facebook, crie um público personalizado do seu site e adicione a URL da página de agradecimento da compra.
    • Se você tem um catálogo no Facebook, crie uma campanha com o objetivo de “Vendas por Catálogo” com um público voltado para pessoas que interagiram com seus produtos dentro e fora do Facebook. Neste caso, você pode selecionar uma destas opções: 
      • Produtos de venda cruzada: são usados ​​para realizar promoções de cross-selling.
      • Combinação personalizada: permite segmentar todas as pessoas que compraram um produto específico ou qualquer um dos produtos que você tem em seu catálogo.

Outros artigos que podem te interessar...

O que é remarketing no Google Ads e como implementar em sua estratégia
MQL: o que são e como conseguir mais
Growth Hacking: o que é e casos de sucesso

O que você acha? Deixe um comentário!