<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=81693&amp;fmt=gif">

Metabuscadores: a ferramenta que mudou a forma de navegar na internet

Hoje em dia, a informação é mais acessível do que nunca. No entanto, com o crescimento exponencial da quantidade de dados disponíveis online, encontrar o que se procura pode ser uma tarefa estafante. É aí que entram em jogo os metabuscadores, que revolucionaram a forma de encontrar informações na internet.

Neste artigo vamos explicar o que são os metabuscadores, como funcionam e como eles mudaram a experiência de busca online.

O que é um metabuscador?

Um metabuscador é uma ferramenta de busca que permite aos usuários obter resultados de múltiplos mecanismos de busca de uma só vez.

Ao invés de procurar em apenas um mecanismo de busca, como o Google ou o Bing, os metabuscadores consultam vários mecanismos simultaneamente, gerando uma lista mais ampla e diversificada de resultados para ajudar os usuários a encontrar a informação que precisam de maneira rápida e eficiente.

Nova call to action

Diferenças entre um buscador e um metabuscador

Buscadores e metabuscadores são ferramentas que facilitam a busca por informação na internet, mas eles se diferenciam por seu foco e alcance:

  • Um buscador, como o Google, é um sistema que indexa e classifica sites e páginas individuais utilizando algoritmos próprios para determinar a relevância e a qualidade dos resultados.
  • Um metabuscador não indexa nem classifica diretamente as informações, mas sim age como um intermediário entre o usuário e os múltiplos buscadores. Ao realizar uma busca, um metabuscador consulta simultaneamente vários buscadores com bancos de dados diferentes, compila os resultados e os apresenta em uma única lista. Isto permite aos usuários acessar uma variedade mais ampla de resultados e potencialmente descobrir informações que poderiam não estar disponíveis através de um só buscador. 
Você gosta do que está lendo? Inscreva-se para receber os novos posts e notícias de marketing e vendas no seu e-mail

Para que serve um metabuscador? 

Os metabuscadores são especialmente úteis quando se trata de realizar buscas exaustivas sobre temas específicos, pois aumentam as possibilidades de encontrar informações relevantes e de qualidade.

Algumas pessoas preferem utilizá-los para evitar o enviesamento de dados inerente a certos mecanismos de busca, ao passo que outras podem utilizá-los para obter uma visão mais completa dos resultados disponíveis na internet.

Além disso, esse tipo de ferramenta pode ser de grande ajuda em buscas especializadas, como viagens, compras e notícias, ao comparar e consolidar resultados de diferentes fontes em uma só página.

Características principais dos metabuscadores

Os metabuscadores oferecem diversas vantagens e desvantagens em comparação com os buscadores convencionais, e sua utilidade pode variar de acordo com as preferências de cada usuário.

A seguir, estão detalhadas algumas de suas características:

Vantagens:

  • Consultas a múltiplos mecanismos de busca: os metabuscadores obtêm resultados de vários mecanismos de busca por vez, o que permite uma busca mais ampla, aumentando as possibilidades de encontrar a informação desejada.
  • Filtragem e classificação de resultados: estas ferramentas geralmente organizam e classificam os resultados segundo critérios específicos, como relevância, popularidade ou preço, facilitando aos usuários a tarefa de encontrar o que procuram de maneira mais eficiente.
  • Personalização da busca: alguns metabuscadores permitem aos usuários ajustar suas preferências de busca e filtrá-las para obter resultados mais personalizados e precisos, adaptando-se às necessidades específicas de cada usuário.
  • Redução de enviesamento: os metabuscadores podem ajudar a minimizar o enviesamento de dados presente nos mecanismos de busca individuais ao proporcionar uma gama mais ampla de fontes e perspectivas.
  • Economia de tempo: ao consolidar resultados de múltiplos mecanismos de busca em uma só página, os metabuscadores facilitam a busca e a comparação de informações, economizando tempo dos usuários em seu processo de pesquisa.

Nova call to actionDesvantagens:

  • Duplicidade de resultados: ao consultar vários motores de busca, é possível que os metabuscadores mostrem resultados duplicados ou similares, o que pode gerar certa confusão para o usuário no momento de analisar os resultados.
  • Qualidade dos resultados: embora os metabuscadores ampliem a extensão da busca, nem sempre eles garantem que a qualidade dos resultados seja otimizada, já que a relevância e a precisão dependem dos algoritmos dos mecanismos de busca individuais.
  • Publicidade e enviesamento comercial: alguns metabuscadores podem incluir resultados patrocinados, o que pode afetar a objetividade e qualidade das informações apresentadas ao usuário.
  • Interface e experiência de usuário: a experiência de usuário nos metabuscadores pode variar significativamente em comparação com os mecanismos de busca convencionais, e, em alguns casos, pode se mostrar menos intuitiva ou confortável de se utilizar.

Como funcionam os metabuscadores?

Os metabuscadores funcionam por meio do envio de consultas a vários mecanismos de busca em paralelo e da compilação dos resultados obtidos. Então, esses resultados são processados, classificados e filtrados de acordo com algoritmos específicos e as preferências do usuário. Finalmente, os resultados são apresentados em uma só página ou interface, facilitando a navegação e a comparação das informações encontradas.

Vale ressaltar que os metabuscadores não indexam nem armazenam informações por si mesmos, e sim dependem dos mecanismos de busca individuais para obter os resultados.

Nova call to action

Exemplos de metabuscadores (organizados por categorias)

Metabuscadores gerais

Fazem buscas em múltiplos mecanismos de pesquisa gerais, como Google, Bing e Yahoo!, para gerar resultados amplos e diversificados. Estes metabuscadores são ideais para aqueles que desejam obter uma visão geral da informação disponível sobre um determinado tema, sem se centrar em uma área específica.

Exemplos:

Fonte: DuckDuckGo

Metabuscadores de viagens

Neste caso, exercem uma função específica de busca e comparação de voos, hotéis, aluguel de carros, etc. Também podem ajudar os usuários a encontrar as melhores ofertas e economizar tempo e dinheiro no planejamento de suas viagens.

Exemplos:

Fonte: Skyscanner

Metabuscadores de compras

Permitem aos usuários comparar preços e características de produtos em diferentes lojas online. Estas ferramentas facilitam a busca da melhor oferta e podem economizar tempo e dinheiro dos consumidores.

Exemplos:

Fonte: Google Shopping

Metabuscadores de notícias

Reúnem e classificam as notícias de diversas fontes e sites de notícias em tempo real. Além disso, permitem aos usuários estar a par dos eventos e assuntos da atualidade a nível local, nacional e internacional, proporcionando uma visão mais ampla e equilibrada das notícias.

Exemplos:

Fonte: Google Notícias

Metabuscadores acadêmicos

São desenvolvidos para ajudar os estudantes e pesquisadores a encontrar informação relevante e de qualidade no âmbito acadêmico e científico. Dessa forma, realizam buscas em bases de dados especializadas, repositórios e revistas científicas para gerar resultados que podem incluir artigos de pesquisa, teses e outras publicações acadêmicas.

Exemplos:

Fonte: Google Acadêmico

Os metabuscadores mudaram a maneira de pesquisar informação na internet ao oferecer uma experiência de busca mais completa e eficiente.

Estas ferramentas permitem obter resultados de múltiplos mecanismos de busca e diversas fontes em um só lugar, o que gera economia de tempo e proporciona uma visão mais ampla e diversificada das informações disponíveis online. Além disso, ao facilitar a comparação de resultados e a personalização das buscas, os metabuscadores tornam a tarefa de encontrar informação relevante e de qualidade mais simples para todos.

Como sempre, adoraríamos conhecer suas opiniões e experiências com os metabuscadores. Você já utilizou algum destes antes? O que você pensa sobre a forma com que mudaram a experiência de pesquisa online? Conte pra gente nos comentários!

Nova call to action
Publicado em 21 de novembro de 2023.

Revisado e validado por Jalusa Lopes, Country Manager da InboundCycle Brasil

FAQ sobre metabuscadores

  • O que é Multibuscadores?

    Um metabuscador (também chamado de multibuscador) é uma ferramenta de busca que permite aos usuários obter resultados de múltiplos mecanismos de busca de uma só vez.

    Ao invés de procurar em apenas um mecanismo de busca, como o Google ou o Bing, os metabuscadores consultam vários mecanismos simultaneamente, gerando uma lista mais ampla e diversificada de resultados para ajudar os usuários a encontrar a informação que precisam de maneira rápida e eficiente.

  • Quais são os metabuscadores?

    Exemplos de metabuscadores para pesquisa geral são o Duckduckgo e o Metacrawler. Se o interesse for metabuscadores de viagens, existe uma gama bem maior de exemplos, ora focados em passagens aéreas, ora focados em hospedagem, aluguel  de veículos, ou tudo isso junto. Os mais famosos são o Kayak, o Skyscanner, o Decolar.com e o Trivago.

    Há também os metabuscadores de compra online, como o Google Shopping, Shopzilla e Pricegrabber; os metabuscadores de pesquisa acadêmica, como o SciELO, Google Acadêmico, Microsoft Academic e o BASE, muito utilizados em universidades para busca de teses, textos e artigos científicos; e também os metabuscadores de notícias, que reúnem artigos jornalísticos de diferentes portais de notícias pelo mundo, como o Google Notícias, NewsNow, Newslookup e MetaNews.

Ver más

Outros posts que podem te interessar...

Marketing digital Comunidade virtual: o que é e como criar uma comunidade engajada
Por Susana Meijomil en
Marketing digital 10 tendências de design gráfico para 2024
Por Jordi Cuenca en
Marketing digital Conheça as novas tecnologias no marketing
Por Ana Claudia Ferreira en
Marketing digital Back-end e front-end: descubra o que são e suas principais diferenças
Por Ana Claudia Ferreira en

O que você acha? Deixe um comentário!